Programa realiza capacitação sobre dengue e zoonose para profissionais da saúde de Brusque

Oficina abordou sobre as características e o combate ao mosquito

Programa realiza capacitação sobre dengue e zoonose para profissionais da saúde de Brusque

Oficina abordou sobre as características e o combate ao mosquito

Com o intuito de capacitar profissionais e otimizar o trabalho realizado, o Programa de Combate a Endemias da Prefeitura de Brusque realiza semanalmente capacitações aos servidores das Unidades Básicas de Saúde da cidade. Nesta quarta-feira, 4, a UBS do Centro e do Planalto receberam a equipe do programa para falar sobre Dengue e Zoonose.

A coordenadora Letícia Figueredo explanou sobre a situação do mosquito Aedes Aegypti em Brusque. “Já estamos com 56 focos do mosquito, número muito elevado em comparação aos anteriores. Os bairros mais afetados são Santa Terezinha, Nova Brasília e Santa Rita”. Em 2018, até o momento, não foram registrados casos da doença em Brusque.

Durante a oficina são abordadas as características do mosquito, como combater, como orientar a população, como é realizado o trabalho de campo e qual protocolo em caso de algum caso suspeito das doenças transmitidas pelo inseto, dengue, zika e chikungunya. “Buscamos trabalhar em parceria com as agentes comunitárias de saúde. Elas passam em locais que são considerados mais críticos”.

O Programa da Combate a Endemias possui 581 armadilhas espalhadas pelo município para monitorar o aparecimento de focos. Além disso são mais de cem estabelecimentos, como borracharias, cemitérios, ferros velhos e floriculturas, que são visitados a cada 14 dias.

Após explanação sobre a dengue, o veterinário Tiago Roza falou sobre zoonose, com o tema caramujo africano. “O ideal é que seja feita a catação manual, com luvas, e incineração. O sal não deve ser utilizado pois pode prejudicar o solo”, explica. Para evitar contaminação é importante que vegetais e frutas sejam bem lavados com hipoclorito.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio