Região Caminho dos Canyons atrai cada vez mais adeptos do ecoturismo

Itaimbezinho tem paredões de 700 metros de altura, perfazendo a Trilha do Rio do Boi

Região Caminho dos Canyons atrai cada vez mais adeptos do ecoturismo

Itaimbezinho tem paredões de 700 metros de altura, perfazendo a Trilha do Rio do Boi

A impressão de que os paredões rochosos foram talhados à faca deram origem ao nome do parque que abriga um dos mais famosos canyons do país, o Itaimbezinho. Esta dádiva da natureza fica dentro do Parque Nacional de Aparados da Serra, criado em 1959, que abrange parte do município de Praia Grande (SC) e parte de Cambará do Sul (RS). Caminhar entre paredões de 700 metros de altura, perfazendo a Trilha do Rio do Boi, faz qualquer um se sentir pequenininho.

Embora seja o mais conhecido, o Itaimbezinho não brilha sozinho na paisagem. Outros canyons marcam a geografia da região, como o Faxinalzinho, também dentro do Aparados da Serra, Malacara, Fortaleza, Índios Coroados e Churriado, que fazem parte do Parque Nacional da Serra Geral. As duas unidades de conservação, que abrangem uma área de 30,3 mil hectares e englobam vários municípios, são responsáveis pelo controle da entrada de pessoas e atuam na proteção da biodiversidade regional.

A beleza e imponências dos canyons têm atraído cada vez mais adeptos do ecoturismo. No Posto de Informação e Controle do Rio do Boi, que fica em Praia Grande e dá acesso ao Itaimbezinho, foram registrados 13,3 mil visitantes em janeiro de 2016, aumento de 22% em relação ao mesmo período de 2015 e quase o dobro na comparação com 2014. Durante o ano de 2015, o número de visitantes nos dois parques cresceu 45% em relação ao ano anterior. No total, foram 190 mil visitantes, principalmente nos meses de janeiro, julho e dezembro.

O acompanhamento de guia é obrigatório para visitas no interior do canyon, mas há outras duas trilhas sinalizadas pelas bordas: a do Mirante do Cotovelo, de 6 quilômetros e a do Vértice, de 1,4 quilômetro. O agendamento dos passeios pode ser feito nas diversas operadoras de turismo credenciadas que atuam na região. No canyon Fortaleza, com acesso pelo município de Jacinto Machado, a Trilha do Tigre Preto surpreende pela beleza.

Os parques são abertos à visitação o ano todo, das 8h às 17h (permanência até 18h), de terça a domingo (também abre nas segundas-feiras de feriados nacionais). A entrada para a Trilha do Cotovelo é admitida até as 15h e para a Trilha do Rio do Boi, até as 13h. Os ingressos custam R$15 por pessoa, mas brasileiros têm desconto, pagando R$8. Menores de 12 anos e maiores de 60 anos são isentos. Para veículos, o valor é de R$3 para motos, R$5 para automóveis, R$10 para ônibus.

Atrativos da região Caminho dos Canyons

O Morro dos Conventos, em Araranguá, é um dos cartões postais do Litoral Sul. O local costuma ser procurado para a prática de esportes radicais como voo livre, rapel, sandboard, surf e trilhas. Também há opções de barzinhos, restaurantes, hotéis e pousadas. O Hotel Morro dos Conventos chama atenção pela arquitetura de traços portugueses e dispõe de estrutura para eventos sociais e de negócios. Também neste município está instalado o Caverá Country Park, maior parque aquático de Santa Catarina, que recebe cerca de 500 mil visitantes por ano.

“No Balneário de Ilhas, cercado pela barra do rio Araranguá, a gastronomia, o artesanato e o visual montam um belo cenário. Morro Grande, Timbé do Sul e Jacinto Machado também disponibilizam áreas de camping e pousadas, ideais para recarregar as energias”, acrescenta Cristiane Biléssimo, coordenadora de Turismo, Meio Ambiente e Cultura da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc) e integrante do Conselho Estadual de Turismo.

Para quem está conhecendo a região vale a pena reservar algumas horas para conhecer o Parque Ecológico Maracajá, situado às margens da BR 101, no município de Maracajá. Em 112 hectares de área estão preservadas diversas espécies da fauna e flora, como os macacos-prego já acostumados com a presença humana.

“A região Caminho dos Canyons oferece roteiros para quem gosta de praia, de campo, da serra, com trilhas ecológicas e banhos de cachoeira. Há uma infinidade de atrativos porque todos os municípios foram abençoados pela natureza, tornando-se convidativos durante todo o ano”, reforça Cristiane.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio