Reiniciam obras na Bacia São Leopoldo/São Luiz

Trabalhos na bacia começaram em maio, mas foram paralisadas devido a problemas com a SCGás e disponibilidade de máquinas

Reiniciam obras na Bacia São Leopoldo/São Luiz

Trabalhos na bacia começaram em maio, mas foram paralisadas devido a problemas com a SCGás e disponibilidade de máquinas

Após seis meses paralisada, as obras de macrodrenagem do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na Bacia São Leopoldo/São Luiz reiniciaram ontem com o assentamento de 60 metros de galerias de 5×2 metros na rua São Pedro, nas proximidades de posto de combustível até a rua Antônio Imhof. A previsão para a execução desta fase inicial dos trabalhos é de 20 dias.

Depois de concluída a primeira parte, o trabalho vai se concentrar na rua Antônio Imhof. “Ali vamos inverter o processo natural de assentamento das galerias porque é uma rua sem saída e se fizessemos no sentido normal, o caminhão e as máquinas ficariam presos. Então começamos a assentar as peças da vala existente na Antônio Imhof vindo de encontro à rua São Pedro para depois fazer a interligação”, explica o secretário de Obras, Gilmar Vilamoski.

Esta etapa na rua Antônio Imhof está prevista para iniciar em dezembro, assim que concluídas a implantação de galerias na rua São Pedro, no entanto, se a equipe técnica verificar dificuldades, o cronograma de trabalho será modificado. “Se tivermos dificuldades com o solo ou outros problemas, vamos deixar para iniciar esta fase somente em janeiro para não causar grandes transtornos aos moradores no fim de ano”, destaca.

A chegada da obra até a rua São Leopoldo está prevista para fevereiro. “Quando a obra chegar na São Leopoldo vamos precisar de uma obra complementar da SCGás para fazer o desvio da rede que existe no local, a previsão é fevereiro e até lá, esperamos já ter resolvido a questão de deslocamento da rede da SCGás. Além disso, tem um trecho de limpeza de canal e abertura de canal e colocação de gabiões até a rua Carlos Henrique Brums”.

A obra do PAC também vai passar pela rua Daniel Imhof. “A obra segue pela rua São Leopoldo até as proximidades da tinturaria Florisa e depois vai para a rua Daniel Imhof até os apartamentos próximos à lombada física que existe no local”.

Além da implantação de galerias, a obra do PAC nesta bacia terá um canal extravasor. “No encontro das duas valas, que é um ponto de estrangulamento, na vala São Pedro e São Leopoldo será feito um canal extravasor de concreto. No projeto inicial estava um canal de concreto, mas ele está sendo readequado para que seja em concreto pré-moldado para agilizar a execução”.
De acordo com Vilamoski, todas as obras do PAC tem a sua complexidade, no entanto, esta bacia terá o diferencial do tamanho das galerias. “Essas galerias de 5×2 metros são atípicas, é uma peça de difícil manobra, e precisa de, no mínimo sete metros de escavação. É a primeira vez que usamos galerias dessa dimensão, mas todas as obras do PAC são complexas, nenhuma obra é igual a outra”.

A obra de macrodrenagem da Bacia São Leopoldo/São Luiz prevê o fim dos recorrentes alagamentos provocados pela falta de vazão da água nas proximidades da Capela Cristo Rei, rua São Leopoldo e Daniel Imhof. Ao todo serão 2.060 metros que passarão pelas intervenções.
Paralisação

O prazo de conclusão da obra está previsto para 18 meses. As obras desta bacia iniciaram ainda no mês de maio com o enrocamento das margens do ribeirão nos fundos da rua Otto Heckert, no bairro São Luiz, mas tiveram que ser paralisadas por causa da indefinição sobre a rede da SCGás e também devido a disponibilidade das máquinas. “A SCGás foi um condicionante para a paralisação, e também a empreiteira estava com outras frentes de trabalho e precisava fazer a otimização do equipamento. Agora, com o trabalho na rua Evandro Bruns concluído, as máquinas já podem iniciar o trabalho na rua São Pedro”, explica Vilamoski.

O secretário ressalta que o impasse com a SCGás sobre a retirada da rede na rua São Leopoldo deve ser resolvido em breve. “Enviamos um ofício solicitando uma reunião, e eles entraram em contato conosco. Por telefone, ficou resolvido que teríamos um encontro nesta semana, mais tardar na semana que vem para resolver esse problema”.
Modificações no trânsito

Com o início das obras, parte da rua São Pedro ficará interditada. Os condutores vindos da rua Blumenau que pretendem acessar a rua São Pedro após a sorveteria Maroma deverão utilizar a rua Carlos Henrique Bruns. Já os que vem da rua São Pedro poderão optar pelo acesso pela rua Guilherme Wegner, rua Medeiros, rua São Leopoldo na altura do semáforo, rua Paulo Bauer ou ainda pela rua Pedro Gracher. Haverá placas de sinalização e o auxílio da Guarda Municipal de Trânsito no local.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio