Repasse de recursos para transporte dos alunos da Apae está atrasado

Secretaria de Assistência Social de Brusque informa que o pagamento da ajuda de custo deve ser liberado nesta terça-feira, 21

Repasse de recursos para transporte dos alunos da Apae está atrasado

Secretaria de Assistência Social de Brusque informa que o pagamento da ajuda de custo deve ser liberado nesta terça-feira, 21

Os pais dos alunos que frequentam a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque estão enfrentando dificuldades devido ao atraso no repasse da ajuda de custo referente ao transporte para a entidade.

A previsão de pagamento dada pela prefeitura ao pais era até o dia 10 de março, no entanto, mais de dez dias se passaram e o dinheiro ainda não foi depositado. A situação tem preocupado os pais que já cogitam não levar mais os filhos para as aulas até que a situação seja regularizada.

A costureira Priscila Cesari tem três filhos que frequentam a Apae todos os dias. A família mora no bairro Cedrinho e recebe R$ 350 da Secretaria de Assistência Social de Brusque como auxílio para o transporte das crianças. A rotina da família é toda planejada para que eles possam frequentar as aulas na Apae.

“Acordo às 3h todos os dias, começo no serviço às 4h. Às 7h meu marido leva as crianças para a Apae, e vai para o trabalho. Às 11h eu saio e vou buscar eles, faço almoço, deixo na escola e volto para o trabalho”, destaca.

O transporte das crianças é feito com o carro da família e o dinheiro repassado pela prefeitura é usado para ajudar no combustível. Por semana, Priscila chega a gastar R$ 180 só de combustível e neste mês, como a ajuda de custo ainda não foi depositada, a situação financeira da família ficou mais delicada.

“Fiquei sem combustível e tive que pegar dinheiro emprestado para poder colocar gasolina e levar eles para a Apae, porque eu e meu marido trabalhamos, não podemos ficar em casa com eles, mas sem dinheiro, não tem condições”, diz.

Priscila destaca que o valor repassado pela prefeitura não cobre toda a despesa, mas ajuda, por isso, todo o orçamento da família é planejado contando com este dinheiro. “Os R$ 350 que recebo da prefeitura dá pra duas semanas e as outras duas semanas do mês, a gente arca, mas não temos condições de bancar o mês todo”.

Outra mãe que mora no bairro Limeira, mas que não quis se identificar, também passa pela mesma situação. Ela teve de pagar do bolso a mensalidade da van que leva a criança porque o auxílio da prefeitura não foi depositado. “Tive que emprestar dinheiro e ainda fiquei devendo. Está correndo juros e multa e esse valor a prefeitura não vai pagar. Está bem complicada a situação”

Depósito deve ser feito nesta terça-feira
A Secretaria de Assistência Social de Brusque destaca que os pagamentos serão feitos a partir de hoje. A educadora social da pasta, Sílvia Kuhnen, afirma que o atraso é devido à burocracia. “Hoje (segunda-feira, 20) foi encaminhado para o financeiro, já está empenhado e provavelmente amanhã (terça-feira, 21) a contabilidade fará os pagamentos”.

Silvia explica que todo usuário que passa pela Assistência Social solicitando o transporte é atendido por um profissional da área e submetido a uma avaliação socioeconômica. O valor da ajuda de custo é definido com base na frequência do aluno na Apae. “É repassado recurso da Assistência Social diretamente para os pais dos alunos”.

Ela ressalta ainda que o pagamento pendente é referente ao mês de fevereiro. “Fizemos as avaliações até o dia 1 de março. Como as aulas iniciaram no dia 20 de fevereiro, o pagamento será proporcional. Em abril, o pagamento será referente à frequência dos alunos no mês de março. A previsão de pagamento para o próximo mês é entre dia 10 e 15 de abril”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio