São Leopoldo bate o Limeirense e é o primeiro finalista do Campeonato Amador de Brusque

Equipe ganhou por 4 a 1 e confirmou o favoritismo

São Leopoldo bate o Limeirense e é o primeiro finalista do Campeonato Amador de Brusque

Equipe ganhou por 4 a 1 e confirmou o favoritismo

O São Leopoldo conquistou a vaga na final do Campeonato de Futebol Amador de Brusque após vencer o Limeirense na tarde deste sábado, 21, no estádio Maria Steffen. A equipe bateu os adversários por 4 a 1 e confirmou o favoritismo na partida da volta, já que na ida havia ganhado por 1 a 0.

Apesar do placar elástico, o jogo começou bastante complicado para o São Leopoldo. Com a vantagem do empate, a equipe viu o Limeirense abrir o placar antes dos 10 minutos.

Evandro Ferreira dos Santos, o camisa 10, pegou uma bola livre dentro da pequena área e bateu por baixo do goleiro. Além de mexer no placar, os visitantes também dominaram a primeira metade da etapa inicial.

O domínio do Limeirense não foi convertido em gols. Diz o ditado do futebol que quem não faz, toma. Embora clichê, cabe bem para descrever a situação.

O São Leopoldo começou a jogar mais incisivamente no ataque na segunda metade do primeiro tempo. O sol forte não atrapalhou o ímpeto do time, que levou perigo em chutes de longe e boas tabelas.

O gol de empate saiu de forma improvável com o camisa 11, Alcenir de Araújo Júnior, numa cobrança de escanteio. Com isso, o São Leopoldo retomou a confiança e passou a ser melhor na partida.

Pouco tempo depois, num contra-ataque, o Limeirense fez pênalti. O atleta do São Leopoldo foi calçado e o juizão mandou colocar a pelota na cal. O camisa 8, Marcos Peres, bateu e converteu para pôr o time à frente do marcador.

Desandou
O Limeirense se desencontrou na partida depois do segundo gol. Pesou o fator psicológico, já que o time estava ciente de que teria de virar para levar aos pênaltis.

O terceiro gol do São Leopoldo saiu com o camisa 10, Luan Vieira. O meia é o cérebro da equipe e já vinha fazendo um bom jogo na ligação entre o meio-campo e o ataque.

Com 3 a 1 contra, o Limeirense bem que tentou. Evandro, que se destacou durante toda a campanha, não recebeu boas bolas para levar perigo ao gol dos mandantes.

Se já estava difícil com esse placar, piorou aos 12 minutos. Novamente Júnior, com a 11, escorou para a rede um cruzamento para fazer o quarto do São Leopoldo, fechar a conta e passar a régua na semifinal.

O Limeirense teve pelo menos dois gols perdidos nos minutos finais. Mas a equipe já estava cansada e com o 4 a 1 contra, teria de fazer 5 a 4 para ir aos penais.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio