Saulo Tavares é homenageado pelos seus 50 anos de rádio

Radialista foi homenageado em solenidade na Câmara de Vereadores na noite de terça-feira, 4 de dezembro

Saulo Tavares é homenageado pelos seus 50 anos de rádio

Radialista foi homenageado em solenidade na Câmara de Vereadores na noite de terça-feira, 4 de dezembro

Contrariando o pai, aos 15 anos de idade, começou a trabalhar no rádio como sonoplasta e nunca mais parou. Em outubro, completou 50 anos de profissão como comunicador, todos pela Rádio Araguaia. Por esse motivo, Saulo Tavares, 65 anos, foi homenageado na terça-feira, 4 de dezembro, na Câmara de Vereadores de Brusque durante solenidade que o parabenizou por seu trabalho realizado desde 1962. Amigos, familiares, autoridades e admiradores do trabalho do radialista estiveram presentes durante a cerimônia que resgatou um pouco dessas cinco décadas de profissão. 

Desde o início de sua carreira profissional, Tavares se manteve fiel ao veículo de comunicação que lhe deu o primeiro emprego. A proposta da homenagem partiu do vereador Ademir Braz de Souza, aprovada por unanimidade na Câmara. 

– Eu tenho um sentimento muito grande pelos órgãos de imprensa, e principalmente pelo rádio. Eu acompanhei muito a trajetória das grandes emissoras de rádio do país, em Brusque só existia a Rádio Araguaia, e o Saulo foi uma pessoa que se destacava de uma maneira muito grande. Ele fazia com que as pessoas se comunicassem, que era uma dificuldade da época. Ele fazia esse trabalho que talvez seja o que a internet faça hoje – conta o vereador. 

Em sua vez de discursar, Tavares contou um pouco de suas histórias do rádio e arrancou risadas da plateia, ao fim do discurso, relembrou, como se fosse ontem, sua escolha. 

-Eu fico muito feliz ao receber essa homenagem, 50 anos de Rádio Araguaia. Na minha época, era muito comum todo filho de operário de fábrica seguir os passos do pai. Eu resisti aos reclamos do meu pai e, apesar de receber um salário inferior ao de um tecelão, preferi seguir os impulsos do meu coração, escolhi o chiado do disco de vinil ao ruído nada agradável dos teares e estou feliz até hoje – declarou o homenageado, sendo aplaudido de pé pelos presentes. 

E sobre seu futuro no rádio, ele garante, esses 50 anos ainda são só o começo. 

– O rádio para mim é tudo, é minha família. Eu preciso do rádio, em todos os sentidos, ele me traz vitalidade. Eu acho que ainda vou militar muito tempo no rádio e vou viver muitas emoções como essa que vivi hoje – define.  
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio