Trabalhadores metalúrgicos de Brusque aprovam contraproposta de reajuste salarial

Assembleia foi realizada na manhã deste domingo

Trabalhadores metalúrgicos de Brusque aprovam contraproposta de reajuste salarial

Assembleia foi realizada na manhã deste domingo

O sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque (Sintimmmeb) realizou na manhã deste domingo, 26 de maio, Assembleia Geral Extraordinária para discutir a contraproposta do sindicato patronal referente a Convenção Coletiva de Trabalho 2019/2020.

Na assembleia realizada pelos trabalhadores, no dia 19 deste mês, a proposta apresentada pelos patrões, que incluía reajuste do piso da categoria e plano de saúde abaixo da inflação e limitação do acesso ao pagamento de 50% de reembolso de medicamento com receita médica às esposas dependentes, havia sido rejeitada pelos metalúrgicos.

Com isso a diretoria levou as reivindicações dos trabalhadores ao patronal. Na assembleia realizada neste domingo, 26, os trabalhadores aprovaram o reajuste salarial em 5,5% (inflação – INPC- Índice Geral de Preços ao Consumidor nos últimos dozes meses, de 5,07%, mais 0,43% de ganho real), reajuste do plano de saúde, continuidade do acesso às esposas ao benefício do reembolso ao medicamento e aumento do piso da categoria para R$ 1.430,00.

As demais cláusulas sociais já haviam sido aprovadas na reunião anterior. Entre elas, está o direito às trabalhadoras metalúrgicas a mais 90 dias de estabilidade no emprego, além dos quatro meses de licença maternidade previstos em lei. Os trabalhadores da categoria têm, ainda, carga horária reduzida de 44 horas semanais para 43,5h, sem redução de salário, prêmio assiduidade semestral de R$285,00, podendo chegar a R$570 no ano, entre outros benefícios e garantias.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio