Turistas aproveitam férias para fazer compras em Brusque

Até o fim de janeiro, shoppings do município recebem movimento intenso de clientes de outras cidades e estados

Turistas aproveitam férias para fazer compras em Brusque

Até o fim de janeiro, shoppings do município recebem movimento intenso de clientes de outras cidades e estados

Enquanto passam férias no litoral, muitos turistas aproveitam para vir a Brusque fazer compras. Na tarde de quarta-feira, 28, mesmo com o forte calor, o movimento foi intenso na Fip e no Stop Shop.

Muitos, inclusive, já dão aquela passadinha tradicional nas lojas de Brusque há anos para aproveitar e comprar lembrancinhas para a família. Este é o caso do casal Vilma Aparecida Machado da Silva, 68 anos, e Antonio Celio da Silva, 68 anos, eles são de União da Vitória, no Paraná – a 383 quilômetros de Brusque – e há pelo menos 30 anos vem para Brusque nesta época do ano para comprar roupas.

“Nós sempre vamos até Nova Trento, na Santa Paulina, e na volta passamos em Brusque para fazer as compras. Os preços aqui são bons, aproveitamos para comprar presentes para a família”, diz Vilma.

Outros, no entanto, estão na cidade pela primeira vez.  A família da advogada Eliane Borba Leite, 40 anos, veio do estado de Rondônia, na região Norte do país, para passar férias em Santa Catarina.

Eles passaram uns dias em Navegantes e ficam em Brusque até sexta-feira, 30. Daqui, eles vão conhecer Bombinhas. A família ficou curiosa para conhecer Brusque porque uma prima de Eliane está morando na cidade. “Uma prima está fazendo faculdade aqui e comentou dos shoppings, então decidimos aproveitar as férias para conhecer. Estou achando tudo bem organizado”, diz.

A professora Renata Freitas, 50 anos, veio com a filha, Bárbara, 9 anos, e a amiga Marli Gomes Monteiro, 44 anos, conhecer os shoppings de Brusque. Elas são do estado de Goiás, no Centro-Oeste, e estão passando férias em Balneário Camboriú.

As turistas vieram com um ônibus com mais 40 pessoas para o passeio nas lojas de Brusque. “É a primeira vez que venho pra cá, sempre ouvimos falar das lojas de Brusque e hoje viemos conhecer”, afirma Marli.

Entretanto, as turistas esperavam preços mais acessíveis. “Sempre falavam que o preço é bom, mas achei um pouco caro. O atendimento é muito bom, mas esperava produtos mais em conta, principalmente em época de crise, que a gente não gasta muito”, diz.

Turistas são a maioria

As lojas comemoram o bom movimento durante a semana. Entretanto, o período mais forte é após o ano novo. “O movimento está bom, a maioria dos clientes são turistas, mas em janeiro é que o shopping fica mais movimentado”, diz a vendedora da loja Refinalle, Elisangela Magalhães dos Santos.

De acordo com ela, a partir da próxima semana deve aumentar o fluxo de turistas, principalmente argentinos. “Por enquanto, a maioria dos turistas são do Paraná e Rio Grande do Sul. Semana que vem começam os argentinos”.

Na loja Kaekós, o movimento também estava grande nesta quarta-feira. A vendedora Tatiana Sousa diz que a maioria dos clientes que passaram pela loja são turistas. “O movimento hoje foi muito bom, atendemos turistas de vários lugares. Nessa época do ano, a maioria dos clientes são de outras cidades e estados”.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio