Vereadores são presos por fraude na fila do SUS em São João Batista e outros quatro municípios

Gaeco deflagrou Operação Ressonância para o cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão

Vereadores são presos por fraude na fila do SUS em São João Batista e outros quatro municípios

Gaeco deflagrou Operação Ressonância para o cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) deflagrou nesta segunda-feira, 24, a Operação Ressonância para o cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão, oito mandados de prisão temporária e três mandados de condução coercitiva, nos municípios de Florianópolis, Palhoça, Biguaçu, São João Batista e Major Gercino. A operação apura crimes de falsidade ideológica; inserção de dados falsos nos sistemas de informação; corrupção passiva e crimes eleitorais.

As fraudes envolvem cinco agentes públicos e terceiros, os quais basicamente, estariam sistematicamente violando a fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS) para realização de exames de ressonância e tomografia, por intermédio de procedimentos irregulares e cobrança de valores dos pacientes.

A investigação apura sofisticado esquema paralelo e escuso, que visa captar pacientes de diversos municípios, com necessidade de realização de consultas e exames no SUS, manipular o agendamento de consultas, exames e procedimentos médicos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio