Barateiro Futsal inicia disputa pelo tetra no estadual Sub-20

Equipe enfrenta time de Criciúma na primeira partida, nesta sexta-feira, 8 de novembro, às 20h30

Barateiro Futsal inicia disputa pelo tetra no estadual Sub-20

Equipe enfrenta time de Criciúma na primeira partida, nesta sexta-feira, 8 de novembro, às 20h30

Determinação e treino são palavras de ordem dentro e fora de quadra pelas meninas do Barateiro Futsal/FME. A partir desta sexta-feira, 8 de novembro, elas começam a defender o tricampeonato do Campeonato Catarinense Sub-20. Os jogos vão até terça-feira, 12, na Arena Brusque. O primeiro desafio é contra o time Copobras/FME Criciúma/CME São Ludgero, às 20h30. O campeão do torneio garante vaga na Taça Brasil da categoria no próximo ano.
O técnico do time, Anderson Menezes, o Esquerda, destaca o ‘fator casa’ e a preparação da equipe para alcançar o quarto título. 
-Esse é um fator que vamos tirar vantagem em cima dos outros. Jogar aqui é muito importante. Até na própria Taça Brasil e Liga Nacional tivemos bons resultados jogando em casa. As meninas estão correspondendo muito bem aos treinos. Tivemos três atletas desta equipe convocadas para a Seleção Brasileira. Esperamos que toda essa experiência que elas tiveram também no adulto consigam corresponder no Sub-20, acrescenta o técnico, se referindo as atletas  Nega, Amandinha e Luana. Esta última foi convocada, mas precisou ser cortada devido a um estiramento na coxa direita e não participou do amistoso contra a Argentina, em 19 de outubro. Na oportunidade, as brasileiras venceram as adversárias por 6 a 1.

Favoritismo em questão

A equipe Sub-20 é a atual campeã da competição e também da Taça Brasil, fatores que tornam o time um dos favoritos a repetir o feito, conforme comenta a diretora do Barateiro, Daniela Civinski. Ela destaca que o sistema de disputa torna a competição mais difícil.
-Somos os favoritos no papel. Mas é dentro de quadra que precisamos demonstrar. Será uma competição equilibrada, não tem uma equipe muito acima da outra. Todas se prepararam muito, pois é só uma fase. A equipe pode não estar  bem num dia e dar adeus às chances de título. Mas acredito que dará tudo certo.
Esquerda afirma que esta é uma das competições mais equilibradas e que qualquer equipe pode surpreender.
– Se fosse em uma situação normal de competição, Chapecó e Caçador seriam nossos principais adversários. Mas, nesta situação, não tem favorito, pois todos os jogos são decisivos. Não tem um returno para recuperar. Blumenau é uma boa equipe que vem com o mesmo time que jogou o adulto e Criciúma sempre faz um bom trabalho, complementa.
Palavras da capitã
Japa joga há cinco anos no Barateiro e acaba de assumir a função de capitã do time para esta competição. Segundo ela, a escolha se deve ao perfil da sua função. 
– Por jogar atrás, oriento e falo mais com as meninas durante o jogo, por isso eles me deram essa missão.

Junto com a braçadeira vem uma importante tarefa dentro de quadra e a jogadora se diz preparada para isso. 

-Acredito que todas têm a mesma responsabilidade. Somos muito visadas pelas outras equipes por sermos as atuais campeãs, mas vamos defender esse título e estamos treinando muito para isso. A confiança que elas têm em mim faz com que eu me cobre e passe a cobrar mais das meninas, conclui a capitã. 

Fim de temporada

Faltam apenas três competições para o encerramento de jogos deste ano: Estadual Sub-20 e 17, e Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A equipe foi eliminada precocemente do Catarinense Adulto e da semifinal da Liga Nacional, principal competição do Brasil. Em compensação, venceu a Taça Brasil Adulto e tem a chance de sair com mais estes títulos, considerados fundamentais para encerrar bem a temporada e servir como motivação para 2014. 

– Conseguimos crescer muito rápido. Claro que todo título é importante, principalmente, no fim de ano. Não vamos esquecer o que aconteceu na Liga Nacional, mas vencer vai nos motivar e mostrar que não estamos no caminho errado. Tanto o Jasc, que já viemos buscando há vários anos, como nos estaduais, vamos brigar por medalha. Se encerrar com estes três títulos é uma motivação maior para o próximo ano, conclui o treinador. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio