Bruscão perde para o São José (RS) e é eliminado do Brasileirão Série D

Time levou 1 a 0 em Porto Alegre em jogo ruim e ficou no meio do caminho

Bruscão perde para o São José (RS) e é eliminado do Brasileirão Série D

Time levou 1 a 0 em Porto Alegre em jogo ruim e ficou no meio do caminho

Acabou mais uma vez precocemente a história do Bruscão no Brasileirão Série D. O time fez uma partida fraca em Porto Alegre com o São José (RS) e perdeu por 1 a 0. O resultado eliminou o time pelo placar qualificado, já que os gaúchos marcaram um gol no Augusto Bauer na derrota por 2 a 1.

Na a primeiretapa, o Brusque fez um jogo equilibrado, mas sofreu gol em instante de desatenção. Já no segundo tempo o desespero bateu, as mexidas do técnico Jersinho não surtiram resultado e o Zequinha apenas administrou até o apito final de partida.

As quatro ausências de titulares foram muito sentidas pelo grupo que mostrou limitações claras e falta de entrosamento. Agora o quadricolor aguarda até o mês de outubro, quando inicia a Copa Santa Catarina.

Duro golpe
O Bruscão jogou melhor durante o primeiro tempo. Os passes rolavam com tranquilidade e mesmo o meio-de-campo não muito entrosado devido aos desfalques – três atletas titulares ficaram de fora da partida – conseguiu distribuir as jogadas pouco a pouco. Dida demorou a fazer uma defesa, porque, embora o Zequinha conseguisse buscar o ataque, os lances ofensivos do time gaúcho tinham pouca efetividade.

Além disso, a dupla de zaga trabalhou bem. Lucas Costa e Neguete tiraram quase todas as bolas. Isso dava mais tranquilidade para os homens de frente. Careca nunca precisou trabalhar tanto no ataque e foi o primeiro a protagonizar um lance de perigo na partida: ele recebeu bola na área e finalizou aos 12 minutos, para defesa no susto do goleiro Fábio.

Mas, como no futebol o que importa é a bola na rede, quem saiu vencedor foi o São José. Aos 32 minutos, depois de rechaçar diversas tentativas do Bruscão, o elenco do Zequinha chegou ao gol. A bola foi jogada para a área quadricolor e Flávio conseguiu a cabeçada no cantinho, para dentro da meta, fazendo explodir a apaixonada torcida gaúcha.

Em seguida, atordoado, quase que o Brusque leva o segundo gol. Clayton recebeu bola em um contra-ataque e desperdiçou chance clara na defesa de Dida. Diante deste novo cenário, precisando do gol, o Bruscão partiu para cima, mas foi pouco efetivo. O ataque composto por Wilson Junior e Careca não conseguia se entender, o que resultou na vitória parcial do Zequinha.

Desaprendendo a jogar
O Brusque teve uma das suas atuações mais desastrosas no campeonato durante os 49 minutos finais. Era como se os atletas tivessem desaprendido a jogar. As mudanças do técnico Jersinho também não surtiram efeito. Pelo contrário: Eduardinho, que entrou no lugar do meia Wagner Libano, reduziu drasticamente a qualidade do time.

Os desfalques fizeram muita falta. A aposta em atletas da base, como Luizinho e Baianinho, não deram resultado. O grupo errava passes simples, cruzamentos e todo tipo de fundamento, principalmente após os 20 minutos. O nervosismo era transparente no Passo d’Areia.

O time quadricolor até conseguiu realizar algumas jogadas perigosas, mas muito abaixo do que se esperava. O tempo passou e apenas castigou mais o torcedor, que ansiava pelo que seria o gol da classificação. Ele não veio. Ao invés disso, quem apareceu mais uma vez foi o fantasma das eliminações e partidas ruins fora de casa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio