Brusque vence Concórdia e está de volta à elite do Campeonato Estadual

Quadricolor foi surpreendido logo ao um minuto de jogo, mas conseguiu a virada e sacramentou o acesso

Brusque vence Concórdia e está de volta à elite do Campeonato Estadual

Quadricolor foi surpreendido logo ao um minuto de jogo, mas conseguiu a virada e sacramentou o acesso

O Bruscão está de volta à elite do futebol de Santa Catarina. Depois de um grande jogo na noite desta quinta-feira (26), digno de uma decisão, a equipe superou o Concórdia de virada e garantiu o acesso à Divisão Principal do Campeonato Catarinense em 2014.
GALERIA
Leia no blog do Rodrigo Santos
Gustavo abriu o placar para o Galo do Oeste com apenas um minuto de jogo. Mas o artilheiro Eydison, duas vezes, e Santos fizeram a alegria da torcida quadricolor – que lotou completamente o Augusto Bauer e fez uma linda festa no Gigantinho.
Os gritos de “o Bruscão voltou” e “time de primeira” ecoaram forte no estádio e tomaram as ruas de Brusque logo após o árbitro Jefferson Schmidt decretar o fim da partida. Depois de 549 dias, o Brusque garante seu retorno ao primeiro escalação do futebol estadual.
Susto
Foi um duelo em que o quadricolor foi superior ao adversário ao longo dos 90 minutos e proporcionou um espetáculo para a torcida que compareceu ao jogo entusiasmada com a expectativa de acesso.

Mas o primeiro minuto de partida fez passar todo um filme na cabeça da fanática torcida que acompanhou a equipe ao longo destes quatro meses na Divisão Especial. O time quadricolor levou um susto quando logo a um minuto de jogo, no primeiro ataque do Concórdia, Ibson Melo cobrou escanteio e Gustavo subiu sozinho para abrir o placar. 
O gol foi um balde de água fria, mas não foi capaz de esfriar a torcida do clube, que já na saída de bola empurrou o quadricolor em busca do empate. O apoio das arquibancadas foi constante do início ao fim da partida.
Virada
A igualdade veio rapidamente, antes mesmo de o técnico Amauri Knevitz ter a oportunidade de fechar o time. João Paulo, que se tornaria o melhor jogador em campo ao lado de Eydison, fez ótima jogada pela direita, se livrou da marcação e cruzou na medida para o artilheiro do Bruscão fuzilar de cabeça e empatar aos sete minutos.

A partir disso, o Brusque assumiu completamente a partida e criou diversas oportunidades de marcar. O segundo gol não demorou a sair. E veio após um bombardeio à meta de Aldo. Eydison recebeu livre na entrada da área e mandou uma bomba, o goleiro fez grande defesa, a bola voltou para Flavinho e Aldo pegou de volta, quase em cima da linha. Na terceira tentativa, não deu para o goleiro. Santos mandou para o fundo do gol.
O Bruscão seguiu soberano e teve chances de construir uma goleada e matar o jogo ainda na primeira etapa. Eurico, aos 20, e Eydison, aos 38, ainda carimbaram a trave do goleiro adversário.
Acesso sacramentado
Precisando de dois gols para o acesso, o Concórdia partiu para o desespero desde o primeiro minuto do segundo tempo, deixando espaços para o Bruscão. O Galo do Oeste arriscava em bolas paradas e bolas longas alçadas na área, mas era os donos da casa que criavam as melhores jogadas. 

O time sacramentou o acesso evidente aos 11 minutos. Em bola roubada no meio campo, João Paulo foi acionado na sequência da jogada. Em lindo lance, o lateral tentou um chapéu dentro da área e levou um rapa de Zé Carlos. O árbitro Jefferson Schmidt anotou pênalti. Na cobrança, Eydison bateu na gaveta, no canto superior direito do goleiro Aldo, sem chances de defesa, para fazer o seu 13º gol na competição. Foi o suficiente para a explosão no Augusto Bauer.

O Bruscão ainda teve Junai expulso próximo ao fim da partida após receber o segundo cartão amarelo. Mas nem isso tirou o brilho do acesso quadricolor.
Decisão
Com o acesso garantido, o Bruscão já pensa agora na decisão do quadrangular final com o Marcílio Dias. O primeiro jogo deve acontecer neste domingo (29), ainda em local indefinido. Beneficiado pela derrota do Marcílio Dias por 4 a 0 para o Tubarão no outro jogo de encerramento do quadrangular, o Brusque deve fazer a última partida em casa. 

O time entrou com efeito suspensivo para poder mandar o jogo no estádio Augusto Bauer, mas o palco do duelo e a confirmação da ordem das partidas só devem ser definidas na tarde desta sexta-feira (27) pela Federação Catarinense de Futebol. Para o duelo, além de Junai, o técnico Rogério Perrô terá o desfalque de Santos, que levou o terceiro cartão amarelo.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio