Brusquense toma posse no Conselho Superior Internacional da Academia de Letras do Brasil

Advogado Marcos Welter será o responsável por promover a expansão da entidade internacionalmente

Brusquense toma posse no Conselho Superior Internacional da Academia de Letras do Brasil

Advogado Marcos Welter será o responsável por promover a expansão da entidade internacionalmente

O advogado Marcos Eugênio Welter tomou posse em agosto, no Rio de Janeiro, no Conselho Superior Internacional da Academia de Letras do Brasil. Ele, que é presidente da Academia de Letras do Brasil – Seccional Brusque, agora será o responsável pela expansão da entidade em outros países.

Welter afirma que o projeto de expansão já existe há cerca de dois anos, quando ele integrou uma comitiva que visitou a província de Trento, na Itália, local onde teve início a implantação de uma seccional internacional da Academia de Letras do Brasil. Assim como na Itália, há também tratativas para a implantação de uma seccional em Karlsdorf, na Alemanha, cidade co-irmã de Brusque.

“Procuramos lugares que tenham alguma afinidade com a nossa região. Karlsdorf porque é de onde vieram a maioria dos imigrantes alemães, e Trento porque é a cidade da maioria dos imigrantes italianos. Podem fazer parte da seccional internacional escritores que tenham obras relevantes, com assuntos culturais importantes”.

O brusquense destaca que sua posse no conselho é um feito positivo para Brusque e Santa Catarina. “Ter um representante a nível internacional é bastante significativo para a cultura do nosso estado”.

A seccional de Brusque da Academia de Letras do Brasil existe há três anos e hoje conta com 16 membros. Welter explica que para fazer parte da entidade, além de ter livros publicados, é preciso que a pessoa tenha  um comportamento exemplar na sociedade.

“Não basta ter um livro publicado, é preciso que as pessoas façam algo relevante para a comunidade, tenham um comportamento exemplar para merecer a indicação”.

Além de reunir os escritores da cidade, a Academia de Letras do Brasil, seccional de Brusque, também visa incentivar a cultura, principalmente entre os estudantes.

A instituição realiza um trabalho em todas as escolas do município premiando projetos realizados por professores, que incentivam os alunos a ler mais.

“Além da extensão dos nossos trabalhos internacionalmente, queremos que as pessoas se tornem mais instruídas, quanto mais a pessoa lê, mais fica sabendo das coisas, mais ela consegue gerir sua própria vida, esse é um dos nossos objetivos”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio