Consumidores podem economizar até 40% em viagens nacionais

Cidades do Nordeste e Gramado estão entre os destinos preferidos dos moradores da cidade

  • Por Daiane Benso
  • 6:30
  • Atualizado às 17:35

Consumidores podem economizar até 40% em viagens nacionais

Cidades do Nordeste e Gramado estão entre os destinos preferidos dos moradores da cidade

  • Por Daiane Benso
  • 6:30
  • Atualizado às 17:35
  • +A-A

Viajar na baixa temporada pode render uma economia significativa no bolso do consumidor. De março a maio e de agosto a outubro, meses em que a procura por passagens é bem menor e há mais promoções, os moradores de Brusque e região podem economizar até 40%, segundo levantamento em agências de viagens do município. Cidades do Nordeste e Gramado (RS) estão entre os destinos mais procurados.

O agente de viagens da Flying Carpet, Edenilson José Piva, diz que nos últimos três anos o público tem se interessado em viajar mais em períodos menos concorridos. “Está havendo uma mudança de hábito, em função da divulgação de promoções e da própria crise econômica, que direciona o cliente a buscar alternativas”.

Fortaleza e Maceió estão entre os destinos mais procurados na agência. Ele cita como exemplo o pacote para Fortaleza na alta temporada, que custa cerca de R$ 2 mil por pessoa, por cinco dias. A mesma viagem na baixa temporada tem o valor de R$ 1,3 mil. Países da Europa, como Espanha, Portugal e França também estão entre os destinos preferidos dos brusquenses neste período.

Na Havan Viagens, cresceu aproximadamente 10% a procura por viagens na baixa temporada no último ano. Isso porque os descontos chegam até 40%. Nordeste também é o destino mais procurado pelos moradores da cidade (Fortaleza e Natal), seguido de Gramado. Portugal, Itália e Buenos Aires, na Argentina, também estão entre os locais procurados.

O agente de viagens Bruno Urbinatti afirma que as tarifas, principalmente aéreas, são muito competitivas na baixa temporada. Ele recomenda, no entanto, que o cliente programe o passeio com pelo menos oito meses de antecedência, para que possa aproveitar da melhor maneira e ainda usufruir de mais descontos.

Na CVC. a economia na baixa temporada oscila de 35% a 40%. No entanto, o proprietário Marco Júnior Rosa afirma que os clientes não escolhem o destino pelo valor do pacote e sim por terem interesse em estar em determinado local. “Nosso público opta pelo o que é de interesse deles, sem se deter muito em preços. Nós mostramos as opções, mas fica a critério deles a escolha”.

Quanto aos destinos, ele diz que é bem variado, com clientes que preferem também cidades do Nordeste, países da Europa e o município gaúcho de Gramado. Para viajar à Natal, por exemplo, três noites na alta temporada custa R$ 1,9 mil, já na baixa é possível desfrutar do passeio por R$ 1 mil.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio