Conteúdo exclusivo para assinantes

Câmara de Brusque se prepara para receber primeiro vereador cego de sua história

Suplente Sidnei Pavesi deverá assumir uma cadeira em breve, no lugar de Marcos Deichmann

Câmara de Brusque se prepara para receber primeiro vereador cego de sua história

Suplente Sidnei Pavesi deverá assumir uma cadeira em breve, no lugar de Marcos Deichmann

A Câmara de Brusque já está em tratativas internas para a adaptação do sistema de plenário online para deficientes visuais. O motivo é que em breve, provavelmente no início de 2018, Sidnei Pavesi (PCdoB), deficiente visual, deverá assumir uma cadeira no parlamento.

“Vou ter essa oportunidade porque o próprio Marcos me dará essa chance”, diz Pavesi. Marcos Deichmann (PEN) se afastará da Câmara por alguns dias, assim Pavesi, suplente da coligação PTdoB/ PEN/PR/PCdoB, assumirá o posto temporariamente.

Ainda que temporário, Pavesi destaca que é um fato histórico, pois será a primeira vez que um vereador cego assumirá uma vaga. Pavesi é conhecido por ser ativista pelos direitos dos portadores de necessidades especiais.

Deichmann apresentou requerimento à presidência da Câmara, na última sessão, para que o plenário seja adaptado. De acordo com Pavesi, a principal mudança diz respeito ao computador para votação.

“Será necessário o computador com sintetizador de voz”, explica o suplente de vereador. Como a Câmara já possui elevador, não haverá necessidade de outras adaptações no espaço físico para Pavesi.

Andamento
O presidente da Câmara, Jean Pirola, diz que o setor de informática do parlamento já foi comunicado da necessidade de adaptação. Os servidores estão trabalhando neste momento para viabilizar a mudança.

A Câmara de Brusque irá se inspirar na experiência de Itajaí. Na cidade vizinha, o vereador Marcelo Werner, também cego, já tem mandato e o seu sistema é adaptado. Os sistemas de votação são diferentes, mas a experiência pode contribuir.

Recentemente, representantes da empresa responsável pelo plenário online do parlamento brusquense estiveram no município e foram comunicados da necessidade de adaptação.

“Já está com um bom andamento, até o fim do ano deve estar tudo pronto para o Sidnei”, afirma o presidente.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio