Câmara sugere que prefeitura de Brusque encerre contrato com funerária

Investigação aponta diversas irregularidades realizadas pelas Funerárias Becker e Estrela

Câmara sugere que prefeitura de Brusque encerre contrato com funerária

Investigação aponta diversas irregularidades realizadas pelas Funerárias Becker e Estrela

Conforme já havia sido anunciado pelo vereador Dejair Machado (PSD) na semana que passou, na noite desta terça-feira, 22 de maio, foi lido na Câmara de Brusque o relatório sobre o serviço funerário prestado na cidade, que foi confeccionado pela Comissão Especial de Investigação (CEI).

No relatório, a comissão de vereadores pontuou diversas irregularidades no serviço prestado pelas Funerárias Becker e Estrela. Entre eles, estão preços abusivos de caixões, qualidades inferiores ao previsto no edital de licitação e ainda, a venda de 90% das cotas da Funerária Becker, para uma terceira empresa, o que é vedado segundo a legislação municipal.

A investigação foi realizada pelos vereadores Dejair, Alessandro André Moreira Simas (PR), Eduardo Hoffmann (PDT), Roberto Pedro Prudêncio Neto (PSD) e Jonas Oscar Paegle (PSD). 

A CEI foi formalizada após denúncias apresentadas pela população a vereadores e o assunto foi abordado por Dejair em 2010, sendo que a comissão foi instaurada apenas este ano, quando também aconteceram as investigações.

A conclusão do relatório, confeccionado por Dejair e assinado por todos os demais membros da comissão, recomenda que a prefeitura tome providências diante dos fatos e aplique às medidas cabíveis para as duas funerárias. Inclusive, faça a rescisão de contrato com a Funerária Becker, por causa da venda de suas cotas. 

O documento será enviado para a prefeitura e também para as funerárias, para que no prazo de 10 dias, se elas desejarem, emitam suas justificativas para a Câmara. Após análise das justificativas, o caso pode ser remetido ao Ministério Público.

– Tudo que foi escrito neste relatório tem como base documentos, denúncias da população e visitas feitas in loco por mim e pelo vereador Simas – completou Dejair.

Valmir Coelho Ludvig (PT) ainda acrescentou que a prefeitura não tem compromisso com nenhuma empresa funerária e assim como os vereadores, deseja que os brusquenses tenham acesso a um serviço de qualidade.

**Saiba na edição impressa do MDD de quinta-feira, 24 de maio, o que dizem as empresas e também a prefeitura sobre o caso.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio