Caminhoneiros da região continuam paralisados na rodovia Pedro Merizio

Bloqueio continua sendo somente para caminhões de carga

Caminhoneiros da região continuam paralisados na rodovia Pedro Merizio

Bloqueio continua sendo somente para caminhões de carga

Caminhoneiros autônomos da região entraram no segundo dia de greve contra o aumento do óleo diesel. Nesta terça-feira, 22, a paralisação continuou na rodovia Pedro Merizio, em Botuverá, nas proximidades da Baterias Erbs.

Durante a manhã, a Polícia Militar esteve no local para orientar os caminhoneiros. Após conversa com os policiais, os manifestantes entraram em consenso e decidiram liberar os veículos com placas de outros municípios para seguirem viagem, a cada duas horas.

“Eles param os caminhões para conversar, tentar conscientizar e falar sobre a necessidade da greve e, depois de algum tempo, liberam os veículos para continuar viagem”, destaca o capitão da Polícia Militar de Brusque, Pedro Carlos Machado Júnior.

Caminhões transportando cargas perecíveis não estão sendo parados pelos manifestantes. Motos, ônibus e carros de passeio também passam pela rodovia normalmente.

“O bloqueio é somente para caminhões de carga, veículos não são afetados”, diz.

O capitão ressalta que os caminhoneiros da região também estão cumprindo a determinação da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de não bloquear a estrada e, por isso, todos os veículos estão parados na área que era reservada para a balança. “A orientação é deixar a estrada e o acostamento livres como forma de segurança”.

Capitão Pedro destaca ainda que mesmo a área sendo de competência da Polícia Rodoviária, a Polícia Militar de Brusque fará rondas constantes no local, devido à distância do batalhão da polícia rodoviária. “Estamos em constante fiscalização. Esperamos que tudo transcorra bem e que a paralisação termine logo. Por enquanto, a movimentação está tranquila”.

Todas as regiões de Santa Catarina têm pontos de protesto, que é mais intenso nas rodovias federais. Pelo menos 21 pontos no estado apresentavam lentidão nesta terça-feira: BR-101, BR-282, BR-280, BR-470 e BR-116.

Além de Santa Catarina, têm rodovias bloqueadas os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Gasolina e diesel devem ficar mais baratos
A partir desta quarta-feira, 23, a gasolina e o óleo diesel ficarão mais baratos nas refinarias de todo o país. Informações divulgadas pela Petrobras indicam que o preço da gasolina cairá 2,08% e o do diesel, 1,54%.

A queda no preço da gasolina ocorre depois de 11 aumentos consecutivos nos últimos 17 dias e de o preço do produto ter fechado os primeiros 21 dias do mês de maio com alta acumulada de 16,07%. Com a queda de 2,08% que entra em vigor quarta-feira, o preço da gasolina nas refinarias cairá para R$ 2,0433.

No caso do diesel, com a queda de 1,54%, após sete aumentos consecutivos, o produto passará a custar a partir de quarta-feira nas refinarias R$ 2,3351. O diesel acumula desde o dia 1º de maio alta de 12,3%.

A queda de preços anunciada pela Petrobras se dá um dia depois de a companhia ter informado mais um aumento nas refinarias de todo o país nos valores do diesel, que subiu 0,97%, e nos da gasolina, com alta de 0,9%.

Ainda na segunda-feira, o governo convocou uma reunião no Palácio do Planalto, em caráter de emergência, para discutir a alta dos combustíveis.

O aumento dos preços dos derivados voltou a ser discutido nesta terça-feira em Brasília. Os ministros Eduardo Guardia e Moreira Franco se reuniram com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, no Ministério da Fazenda. Após o encontro, Parente afirmou que a redução dos preços da gasolina e do diesel, foi tomada em função da queda do dólar.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio