Campanha Maio Amarelo é debatida na Alesc

A mobilização visa a prevenção de acidentes de trânsito

Campanha Maio Amarelo é debatida na Alesc

A mobilização visa a prevenção de acidentes de trânsito

A campanha Maio Amarelo – Atenção pela Vida, que visa a prevenção de acidentes de trânsito, ganhou destaque na sessão de ontem da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Motivados pela participação dos integrantes dessa ação, o tema esteve presente nos pronunciamentos dos deputados da casa. Os parlamentares destacaram a importância da iniciativa e a necessidade da humanização do trânsito.

Segundo o policial rodoviário federal Sérgio Rafael Mellati, a mobilização engloba órgãos e entidades de segurança de 18 países e tem como objetivo “chamar a atenção da sociedade para os altos índices de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo”.

Somente entre os anos de 2010 e 2014 mais de 2,5 milhões de famílias tiveram algum ente vitimado no trânsito das ruas e estradas do país, situação que pode ser considerada até mesmo um problema de saúde pública.

Ele afirmou ainda que as ações de caráter repressivo implementadas para tentar melhorar a segurança nas vias não tiveram o êxito esperado e que só a mobilização da própria população pode alterar o quadro atual. “Trânsito é basicamente comportamento. E enquanto não mudarmos isso, a situação também não mudará”.

Graziela Maria Casas Blanco, representante do Detran de Santa Catarina, lembrou que o estado é o único do país a instituir a campanha Maio Amarelo na forma de lei. Ela também pediu a contribuição dos deputados em mais políticas públicas voltadas ao tema. “O que buscamos é a contribuição dos parlamentares para garantir a vida de quem circula no estado de Santa Catarina”, afirma.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio