Canil de Brusque prepara animais para a prática esportiva

Adestrador Edenilson dos Santos treina cães para mondioring e schutzhund e conta com premiação no currículo

Canil de Brusque prepara animais para a prática esportiva

Adestrador Edenilson dos Santos treina cães para mondioring e schutzhund e conta com premiação no currículo

No dia 2 de julho de 2017, Brusque entrou para o cenário dos esportes caninos. O pastor alemão Baron, criado no canil brusquense Proteção Fiel, terminou na terceira posição do Campeonato Sul-Americano de Mondioring, modalidade que envolve, principalmente, a obediência, salto e proteção. O evento foi realizado em Canoas (RS).

Hoje pertencente a Daniel Bianchini Torres, de Timbó, Baron foi primeiramente selecionado e preparado por Edenilson dos Santos, do Proteção Fiel. Para Santos, a conquista significou um grande reconhecimento de seu trabalho.

“Muito gratificante porque acreditei na evolução dessa linhagem. O Daniel confiou em mim quando pediu um cão para a prática do esporte, ele treinou e se dedicou e eu também ajudei muito ele em grande parte da preparação e na figuração. Foi importante termos chego neste resultado”, explica.

Tempo e dedicação

Edenilson figurou para Baron, enquanto treinador Daniel o guiou. Foto: Divulgação

No canil, localizado no bairro Bateas, Santos possui dois cães preparados para a prática esportiva, um para o mondioring e outro para schutzhund. O adestrador prefere concentrar suas energias e conhecimentos na dupla, porque é preciso tempo e dedicação no intuito de formar um animal capaz de ser competitivo.

Segundo Santos, é importante levar em consideração as peculiaridades de cada cão. “Existem várias linhagens de cães e indivíduos. Em uma ninhada não se tira todos bons para o esporte. São feitos vários testes no indivíduo desde filhote, e cada um tem um temperamento”.

Mesmo com o cuidado de separar o filhote identificado como potencial competidor, o adestrador explica que existem percalços no caminho. “O treinador tem que ter experiência e é preciso trabalhar bastante, mas lá na frente podem haver decepções. Tudo isso é trabalho e dedicação em que você vai guiando o cão para ter bons resultados”.

O morador de Brusque começou a trabalhar com cães há oito anos. Neste período, participou de cursos e conheceu outros treinadores, realizando troca de experiências. Há três anos, passou a se dedicar somente a cães, e hoje o Proteção Fiel proporciona adestramento, práticas esportivas e também serve como hospedagem para cães.

“No esporte eu entrei por hobby, pois sempre gostei de animais e isso também faz parte do trabalho de adestramento, que é o nosso principal trabalho aqui”, completa.

Em Santa Catarina e região são poucos e raros os eventos voltados para o esporte com cães. Santos acaba participando de competições no Rio Grande do Sul – como foi junto a Daniel, com a conquista da medalha de bronze de Baron – e em São Paulo.

As modalidades
Os cães do Proteção Fiel são treinados para a prática de mondioring e schutzhund. O mondioring surgiu na Europa, e é uma modalidade que abrange obediência, saltos e mordida. Cada prova de competição é baseada em temas que se passam em um campo de treino. Adereços, cenários e distrações são posicionados estrategicamente no campo da prova e o objetivo é entreter os espectadores através de várias situações que envolvem a dupla treinador, cão e espectadores.

O cão deve estar completamente controlado e demonstrar um temperamento equilibrado e reações rápidas às ordens do dono. Apesar dos exercícios serem os mesmos de prova para prova, a ordem e a instalação são definidas pela criatividade de cada juíz. Uma pessoa precisa figurar, ou seja, vestir uma roupa completamente protegida para que o cão possa morder.

O schutzhund é uma prática ainda mais antiga, também surgida na Europa, que se assemelha ao mondioring mas é menos lúdica, e tem a intenção de apresentar um cão com boas mordidas, além de foco em obediência, salto e proteção. Os cães devem conseguir identificar a voz do dono ou guia para obedecer os comandos que estão sendo dados. São testadas a confiança e a coragem do animal.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio