Casa de Brusque tem programação especial para a Semana Nacional de Museus

Local conta com exposição fotográfica e acesso a arquivos históricos do acervo

Casa de Brusque tem programação especial para a Semana Nacional de Museus

Local conta com exposição fotográfica e acesso a arquivos históricos do acervo

A 16ª Semana Nacional de Museus, comemorada entre os dias 14 e 20 deste mês, terá programação no município. Na Casa de Brusque, as atividades serão estendidas até o fim do mês, com exposições, visitas orientadas e mostras de parte do acervo de jornais e fotografias.

O período é avaliado como importante para a aproximação da população com os acervos. Segundo o historiador e professor Aldonei da Silva Lopes, durante a programação há uma movimentação mais intensa de escolas do município. Ao todo, em 2017, cerca de 1,6 mil pessoas passaram pelo museu.

Neste ano, as atividades organizadas tentam aproximar o visitante de um contexto mais tecnológico empregado nos espaços. Além do acervo habitual, estarão disponíveis versões digitalizadas de jornais e revistas de diferentes épocas da cidade, assim como de reproduções de fotos do acervo.

A exposição e as visitas orientadas ocorrem até o dia 30 deste mês. Elas ficam disponíveis entre 9h e 17h e, no dia 24, é realizada uma visita especial aos acervos do museu. Quem quiser conhecer a Mostra de Material Virtual de jornais e revistas poderá visitar o espaço a partir desta quarta-feira, 16. A atividade vai até 24 de maio.

Variedade
A diversidade dos temas abordados pelos museus de Brusque e a quantidade de materiais, avalia, conseguem atender as demandas de pesquisadores. Lopes destaca a importância dos repasses públicos para manutenção dos espaços. Sem eles, a entidade dependeria dos valores arrecadados com as taxas de visitas e pesquisas, consideradas insuficientes.

Hoje, cerca de 80 pessoas são sócias da Casa de Brusque e o grupo busca formas de estimular novas inscrições. O processo pode ser feito em contato com a entidade e é possível conseguir informações por telefone ou e-mail. “Só é preciso amar a cidade e querer preservar o passado”.

Espaço aberto
No Instituto Aldo Krieger, os atendimentos são feitos regularmente, entre 14h e 18h. Segundo o administrador Carmelo Krieger, a entidade está finalizando as reformas que vinham sendo desenvolvidas desde o início do ano.

A parte externa passa por manutenção, pintura e revisão elétricas já feitas. O palco de apresentações também passou por melhorias e deve estar disponível em breve. As atividades devem ser finalizadas nesta semana.

Além de receber visitantes, o espaço também fica disponível para agendamentos no período da manhã e apresentações no palco. Neste ano, afirma Krieger, o órgão não terá atividades especiais para a Semana Nacional. O mesmo ocorre com o Museu Arquidiocesano Dom Joaquim, sem visitações devido às obras desenvolvidas no seu entorno.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio