Casa SC Decor movimenta cerca de R$ 800 mil em Brusque

Feira de móveis e decoração, que acontece no pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof, termina na noite deste domingo, 17

Casa SC Decor movimenta cerca de R$ 800 mil em Brusque

Feira de móveis e decoração, que acontece no pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof, termina na noite deste domingo, 17

Encerra por volta das 20h30 deste domingo, 17, no pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof, em Brusque, a 3ª edição da feira de decoração Casa SC Decor. A expectativa é que até o término do evento cerca de 12 mil pessoas passem pelo local. A feira que iniciou na quinta-feira, 14, traz lançamentos de móveis e decoração, além de produtos e acessórios inovadores para casa e empresas.

O proprietário da Goulart Produções e organizador do evento, Augusto Goulart, diz que a meta de público não foi atingida, que era de 15 mil visitantes, porém, superou as expectativas em vendas. Ele afirma que levando em consideração o cenário econômico atual do país, a comercialização que houve foi significativa. A movimentação foi de cerca de R$ 800 mil em negócios.

Goulart diz que os expositores – 52 empresas do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo, investiram no evento. A qualidade dos produtos e os preços acessíveis foi outro diferencial de destaque para atrair o público. Quadros artísticos de decoração e móveis de demolição de madeira, segundo ele, foram novidades, já que são itens pouco encontrados em Brusque e nas cidades próximas.

Toldos adaptáveis

A kombi de toldos com braços articulados e com sistema de recolhimento foi um dos produtos que chamou atenção dos visitantes. No veículo colorido estava um toldo, que é propício para residências, mas que também pode ser adaptável em veículos.

O sócio proprietário da empresa brusquense, Fischer Persianas, Arthur Henrique Fischer, explica que o material é constituído 100% de alumínio e que não enferruja. A lona possui uma manta térmica e uma cartela de mais de 60 cores. A garantia é de três anos.

O toldo pode ser aberto ou fechado a qualquer momento. Quando recolhido, ele fica embutido em um box compacto de 16 centímetros de altura, o que não interfere na arquitetura da fachada. Fischer explica que o produto pode ser utilizado tanto de forma manual como motorizada – por meio de tablet ou controle remoto.

Em média, o sócio proprietário afirma que o toldo custa R$ 2,1 mil para residências e R$ 2,6 para veículos, já que há um pouco mais de trabalho para adaptá-lo. “O estande móvel chama atenção das pessoas. Foi muito produtivo divulgarmos o produto na feira”, diz Fischer.

Sistema de purificação de ar

Um produto com muitas utilidades. Assim pode ser definido o aspirador com sistema de purificação de ar e higienização, apresentado na feira pela matriz em Blumenau da Rainbow – uma empresa dos Estados Unidos.

O produto é elétrico e possui um sistema exclusivo de filtragem à base de água, que extrai do ambiente resíduos como ácaros, vírus, fungos e bactérias. O vendedor Wilmar Zamboni explica que o aspirador foi criado em 1927 com o objetivo de eliminar a contaminação hospitalar da época e que desde então diversas funções vem sendo atribuídas ao equipamento. Ele afirma que é possível aspirar o chão, teto, paredes, colchões, sofás, cortinas, pelos de animais, entre outros.

Zamboni ainda explica que a água retém as impurezas do ar por meio do processo de filtragem, que se dá por um neutralizador. Segundo ele, a água absorve 99,97% das impurezas. “São eliminados micropartículas que passam pela água, mantendo o ar puro e livre de contaminações”.

O vendedor conta que o produto tem baixo consumo de energia e possui oito anos de garantia. Cinco acessórios compõem o equipamento e ele tem 12 certificados internacionais no mundo de limpeza e saúde. O aspirador custa cerca de R$ 9 mil, podendo ser parcelado em até 12 vezes.

Móveis em madeira de demolição

Bancadas com painel, lavabo, banco com floreiras, mesas e cristaleiras, foram alguns dos itens produzidos em madeira de demolição que a Tafona Móveis e Decorações, de Ilhota, trouxe para a feira. O acabamento diferenciado atrelado à harmonia do designer, que integra a rusticidade com a modernidade, são os principais atrativos do produto, segundo a vendedora Vanessa Zuccki.

Ela conta que os móveis são elaborados com madeiras de casas antigas de Brusque e região. Vanessa afirma que o cliente procura por estes itens frequentemente, já que o rústico está sempre em moda. “São móveis únicos, feitos sob medida, com matérias-primas reaproveitáveis. Cada peça é pensada pelos designers para que una praticidade e harmonia”.

O lavabo, em especial, pela sua composição arquitetônica, atraiu o olhar do público. O seu painel foi constituído com encaixes da madeira (pequenos toquinhos). A bancada e as prateleiras também ficaram bem distribuídas e o espelho deu charme ao móvel. Vanessa afirma que ele é simples e sofisticado, podendo ser feito em outros modelos e tamanhos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio