Chuva causa alagamentos em Brusque

Em meia hora, volume de água quase atinge o esperado para todo o mês de fevereiro; não há registro de vítimas

Chuva causa alagamentos em Brusque

Em meia hora, volume de água quase atinge o esperado para todo o mês de fevereiro; não há registro de vítimas

As chuvas na noite desta quarta-feira, 18, resultaram em alagamentos em diversos pontos de Brusque. A região mais afetada foi entre os bairros Steffen e São Pedro. A Defesa Civil foi acionada somente nestes pontos. Houve inclusive um deslizamento na rua Guilherme Steffen, onde um muro cedeu e atingiu uma residência.

No centro, os tradicionais pontos de alagamento voltaram a causar transtornos a automóveis e pedestres. No cruzamento entre a Avenida Otto Renaux e a rua João Bauer, o ponto ficou tão crítico que motoristas preferiram não se arriscar. Formaram filas no Auto Posto Modelo, esperando as águas escoarem.

O volume de água surpreendeu a Defesa Civil. Segundo o diretor geral do órgão, Evandro de Mello do Amaral, em meia hora o município recebeu um volume de água que quase alcançou a previsão para todo o mês. “Passaram de 90 milímetros, enquanto esperávamos 150 milímetros para fevereiro inteiro. É muito acima do previsto”, explica. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve registro de vítimas devido as chuvas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado oito vezes durante o período de chuvas. Segundo o soldado Fernandes, não houve nada grave, mas os estragos se acumularam. “Tivemos quedas de árvores e alagamentos em residências”, diz.

A Defesa Civil está atualmente fazendo o levantamento de todos os prejuízos, e portanto não pode precisar o número de residências afetadas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio