Cinco dos sete ministros do STF indicados pelo PT votaram contra Lula

Cinco dos sete ministros do STF indicados pelo PT votaram contra Lula

Página 3

Sete dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) foram nomeados durante a gestão petista (Lula-Dilma), mas isso não garantiu ao ex-presidente fidelidade na votação realizada nesta quarta-feira, 4, que lhe negou o habeas corpus contra execução de sua pena de 12 anos.

Dos sete ministros nomeados pelo PT, apenas dois (Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski) votaram a favor dele. Outros cinco votaram contra: Edson Fachin, Luis Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux (nomeados por Dilma) e Carmen Lúcia (nomeada por Lula).

O petista teve a seu favor votos “do lado de lá”, ou seja, de ministros cuja indicação ao STF veio de rivais de Lula: Gilmar Mendes, nomeado por Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Marco Aurélio Mello, nomeado por Fernando Collor de Mello (PTC).

O outro voto a favor dele veio de Celso de Mello, nomeado por José Sarney (MDB), o qual é membro vitalício de qualquer governo no Brasil e, portanto, não pode ser considerado um adversário de Lula.

Fecha a conta o único ministro indicado por Michel Temer (MDB), Alexandre de Moraes, votou contra o ex-presidente.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio