Com desfalques, Brusque enfrenta o Avaí na 17ª rodada do Catarinense de 2018

Sem pensar em Copa do Brasil, Brusque quer garantir boa colocação no Catarinense

Com desfalques, Brusque enfrenta o Avaí na 17ª rodada do Catarinense de 2018

Sem pensar em Copa do Brasil, Brusque quer garantir boa colocação no Catarinense

Se até o meio da semana passada o Brusque ainda sonhava com o terceiro lugar e a vaga na Copa do Brasil, hoje isso é página virada. Na partida desta quarta-feira, 28, contra o Avaí, na 17ª rodada, e na última, o objetivo do clube é vencer para terminar o Catarinense de 2018 na melhor colocação possível.

A derrota para o Tubarão foi determinante para o quadricolor deixar de brigar por uma vaga na Copa do Brasil. O empate contra a Chapecoense, pelo fato de ter aberto 2 a 0, também foi ruim.

O técnico Pingo reconhece que é importante vencer nesta quarta o Avaí. Uma vitória ou um empate diante do Leão garantirão a permanência matemática na Série A do Catarinense.

“Dependemos só de nós para alcançar uma colocação melhor, acho que o risco do rebaixamento está bem longe. O nosso pensamento hoje é buscarmos duas vitórias para terminar bem o campeonato”, afirma o comandante quadricolor.

O rebaixamento de fato está praticamente descartado. Praticamente porque, matematicamente, ele ainda assusta. A cinco pontos da zona do descenso, o quadricolor precisa de apenas um pontinho para sacramentar a vaga na primeira divisão de 2019.

Para cair, uma tragédia de grandes proporções teria que acontecer. Hercílio Luz e Inter de Lages precisariam ganhar seus dois últimos jogos, e o Brusque, perder ambos.

Elenco
O caminho para conseguir a vitória contra o Avaí promete ser complicado. Com pouco tempo de intervalo entre os jogos, vários jogadores sentiram problemas físicos.

Para a partida desta quarta, entre machucados e suspensos, são cinco desfalques. Estão fora Ronaell, Edilson, João Carlos, Hélio Paraíba e Rafinha. A turma pode ser ainda maior, pois Douglas Silva é dúvida por problemas físicos, segundo Pingo.

O veterano Carlos Alberto, um coringa no esquema do treinador, também está com dores, mas a expectativa é de que possa jogar. Para amenizar a situação, retornam Neguete e, provavelmente, Dackson, mas como opção.

A situação do Brusque tem se agravado nas últimas rodadas com relação à parte física do elenco. A cada rodada, há uma turma no Departamento Médico. Com isso, Pingo fica sem opções.

“É reta final, então tem problemas de traumas, jogadores com torção no joelho, tornozelo. Mas não podemos ficar reclamando, sou treinador e temos que ter soluções”, diz o técnico quadricolor.

Adversário
A boa notícia para o Brusque é que o Avaí já está de olho na Copa do Brasil e no planejamento da Série B. Na rodada do estadual, um time cheio de reservas deve entrar em campo.

O técnico Claudinei Oliveira disse que dará oportunidades a atletas que têm atuado pouco. Os titulares irão descansar com vistas no confronto contra o Goiás, pela quarta fase da Copa do Brasil, no dia 11 de abril.

Apesar disso, Pingo prevê dificuldade. Ele avalia que o Leão é um time grande, com elenco numeroso e forte, por isso o jogo deve ser complicado.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio