Coral da comunidade Dom Joaquim comemora 10 anos

Membros do grupo realizaram um culto festivo para celebrar a data

Coral da comunidade Dom Joaquim comemora 10 anos

Membros do grupo realizaram um culto festivo para celebrar a data

O mês de maio é de festa para os integrantes do coral da comunidade Dom Joaquim da Igreja de Confissão Luterana Paróquia Unidos em Cristo. Eles comemoram 10 anos de fundação do coral com muita música e fé.

A história do coral começou após o incentivo de pessoas da comunidade. Inicialmente, o grupo foi formado por seis pessoas. Hoje, conta com a participação de 13 integrantes. O casal Arno Hort, 93 anos, e Maria Romilda Rosa, 66 anos, moradores do Cedro Alto, é um dos membros mais antigos do grupo musical. “É muito bom participar do coral. Estamos desde o início e gostamos muito. Sempre fomos muito de cantar, cantamos no carro, em casa, gostamos muito de música”, diz Maria.

Mesmo com a idade avançada, seu Arno não deixa de participar dos ensaios e das apresentações. “Eu gosto muito, desde o começo participo. É muito bom pra nós”, destaca.

Em 10 anos de história, o coral já teve integrantes de todas as idades. O mais velho é seu Arno, com 93 anos, e o integrante mais novo tem 32 anos. O coral também está em festa com o nascimento do bebê de uma participantes. “Podemos dizer que o bebê já é um membro, ele sempre vinha na barriga da mãe para os ensaios e agora também nos acompanha no carrinho”, destaca Maria.

 Arno Hort, 93, é um dos fundadores do coral e ainda participa das apresentações / Foto: Cida Bosio/Especial
Arno Hort, 93, é um dos fundadores do coral e ainda participa das apresentações / Foto: Cida Bosio/Especial

Os ensaios acontecem toda terça-feira e o coral frequentemente se apresenta em Brusque e também em outras cidades de Santa Catarina. “Já fomos pra Joinville, Indaial, Blumenau, para vários encontros de corais, estamos sempre participando”.

O pastor da Paróquia Unidos em Cristo, Hilton Jair Gorris, também comemora a passagem de uma década da criação do coral. “O reformador Martinho Lutero sempre dizia que quem canta ora duas vezes. Cantar é uma forma de louvor a Deus e também dentro da celebração faz toda a diferença. Em todos esses anos, o coral sempre ajuda nas celebrações, tornando-as muito bonitas”, diz.

Ele também destaca o empenho dos integrantes, principalmente de seu Arno. “É sempre muita alegria quando eles participam. O seu Arno é um exemplo para os mais jovens, mesmo com mais de 90 anos ainda participa com muita alegria e disposição”.

O coral da comunidade Dom Joaquim é regido pelo maestro Fernando Ulber.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio