Corpo de Bombeiros de Santa Catarina irá operar com uso de drones

O primeiro equipamento do CBMSC foi adquirido com recursos de cerca de R$ 20 mi

Corpo de Bombeiros de Santa Catarina irá operar com uso de drones

O primeiro equipamento do CBMSC foi adquirido com recursos de cerca de R$ 20 mi

Vazamento de produto químico altamente perigoso, incêndio florestal de grandes proporções, pessoa perdida ou embarcação à deriva. Todas estas situações fazem parte da rotina das equipes operacionais do Corpo de Bombeiros Militar.

Em todos estes casos, os profissionais precisam ter a dimensão da ocorrência e fazer um prévio mapeamento, para decidirem a forma de intervenção a ser adotada para salvar vidas e minimizar os riscos a si mesmos. Pensando em melhorar o atendimento prestado à comunidade, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina está investindo na aquisição de aeronaves remotamente pilotadas (RPA) para uso operacional.

São equipamentos conhecidos popularmente como drones. O primeiro do Corpo de Bombeiros do Estado foi adquirido com recursos de cerca de R$ 20 mil, entre baterias e carregadores extras, câmera de foto e vídeo de resolução 4k, Ipad, acessórios e a aeronave propriamente dita.

O equipamento

O modelo adquirido pelo Corpo de Bombeiros é um dos mais modernos atualmente. O Phanton 4, de fabricação chinesa, ganhou reforço no conjunto de baterias e teve a capacidade de voo aumentada de 28min para 2h30min, considerando o tempo total de voo, com reposição de baterias. O alcance estimado é de dois quilômetros, em todas as direções. O modelo adotado pelos bombeiros de Santa Catarina não possui capacidade para transporte de cargas e será usado exclusivamente para busca e resgate, mapeamento de áreas em situações de risco ou levantamento de informações, porém, já existem estudos para aquisição de drones com capacidade de transporte de cargas.

Inicialmente, o equipamento ficará sediado em Florianópolis e será usado prioritariamente em resgates e operações de busca, mas poderá ser deslocado para outras regiões dependendo da necessidade.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio