Crianças do CEI Ponta Russa entram no clima da Copa do Mundo

Alunos foram estimulados a fazer pinturas da bandeira do Brasil

Crianças do CEI Ponta Russa entram no clima da Copa do Mundo

Alunos foram estimulados a fazer pinturas da bandeira do Brasil

As crianças do Centro de Educação Infantil (CEI) Ponta Russa estão se envolvendo a cada dia com o clima da Copa do Mundo. Durante o mês de junho, dois temas têm ganhado a atenção dos professores e atraído as crianças em atividades lúdicas que despertam o conhecimento. O primeiro deles são as festas juninas, comemoradas anualmente, mas o principal nesta data é a Copa do Mundo de Futebol, que ocorre de forma mais esporádica, a cada quatro anos.

Nos últimos dias, os alunos foram estimulados pelos professores a fazerem pinturas da bandeira do Brasil e depois realizarem trabalhos com a escrita da palavra Brasil. As crianças também fizeram bandeiras da Seleção Brasileira e decoraram as salas de aula.

Mas não foi somente a Festa Junina e a Copa do Mundo que chamaram a atenção dos alunos neste mês de junho. No último dia 20, os professores e a direção da escola desenvolveram também iniciativas para estimularem a leitura com contação de histórias. Os professores destacam que o trabalho com a leitura se inicia na Educação Infantil como forma de despertar o interesse das crianças pelos livros e estimular a imaginação.

Dando amplitude a essa iniciativa, esteve na creche a escritora Terezinha Viecelli com a contação de história: ‘O Gigante Julião’. A narrativa relata a vida de Júlio, uma criança muito grande, que ganhou o nome Julião e que as vezes vivia isolado por conta disso, mas durante uma inundação é reconhecido pela sua ajuda e o seu bom coração. A partir daquele fato todos começaram a tratá-lo de outra maneira.

A equipe gestora do CEI Ponta Russa destaca que tornar a leitura algo prazeroso é uma tarefa de parceria entre a escola e a família, já que a atitude dos pais influencia a postura dos filhos. Por isso, em casa, é importante os pais mostrarem para a criança o hábito de ler e que a leitura está presente em vários momentos do dia a dia. Simples atitudes como ler uma história antes do filho dormir é uma iniciativa que pode fazer a diferença e formar, no futuro, leitores mais críticos e apaixonados pela leitura.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio