Decisão do governo de suspender novos cursos de Medicina não afetará Unifebe, diz instituição

Decreto de autorização do curso em Brusque foi publicado na terça-feira, 3

Decisão do governo de suspender novos cursos de Medicina não afetará Unifebe, diz instituição

Decreto de autorização do curso em Brusque foi publicado na terça-feira, 3

Foi publicado na terça-feira, 3, no Diário Oficial do governo do estado, o decreto assinado pelo governador em exercício Eduardo Pinho Moreira que autoriza o curso de Medicina da Unifebe, com 80 vagas anuais.

Com isso, a instituição afirma que o documento que aguarda a assinatura do presidente Michel Temer para suspender a abertura de novos cursos de Medicina pelos próximos cinco anos não interfere na criação do curso já aprovado em Brusque.

O reitor Günther Lother Pertschy explica que a Unifebe responde ao Conselho Estadual de Educação (CEE-SC), portanto, se a portaria for assinada, ela deve atingir apenas as instituições que integram o sistema federal de ensino.

“Estamos tranquilos quanto a essa questão e como nós respondemos ao Conselho Estadual de Educação o nosso tramite está todo dentro da normalidade”, afirma.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio