Enquanto adversários vencem na rodada, Corinthians fica no empate com Cruzeiro

Equipe paulista perdia até os 40 do segundo tempo, quando o árbitro marcou uma penalidade

Enquanto adversários vencem na rodada, Corinthians fica no empate com Cruzeiro

Equipe paulista perdia até os 40 do segundo tempo, quando o árbitro marcou uma penalidade

  • Por Marcelo Reis
  • 19:40
  • Atualizado às 21:05
  • +A-A

O Cruzeiro vinha de um jogo desgastante no qual ganhou nos pênaltis o título da Copa do Brasil, e estava vencendo o líder do campeonato brasileiro até os 39 no segundo tempo, após Murilo cortar um cruzamento com o braço e o juiz marcar pênalti para o Corinthians e Clayson empatar o jogo.

A partida foi disputada em Belo Horizonte, na tarde deste domingo, 1º, e o time mineiro foi melhor, mas acabou castigado no final.

Para o Timão, o empate foi comemorado devido às circunstâncias da partida, mas na rodada os adversários Santos e Grêmio venceram, e diminuíram a distância para o líder.

Empurrado pela torcida, o Cruzeiro abriu o placar com Rafinha, logo aos 19 minutos, e teve mais chances de liquidar a partida. Alisson tabelou com Diogo Barbosa, que foi ao fundo e cruzou na medida para Rafinha fuzilar de cabeça o goleiro Cássio.

O Corinthians também criou algumas chances perigosas e reclamou de dois gols anulados, ambos por anotação de impedimento: um de Kazim, no primeiro tempo, e outro de Balbuena, no segundo.

Rodriguinho, em bom chute de fora da área, obrigou o goleiro Fábio a fazer grande defesa no segundo tempo. A equipe, entretanto, esbarrou na forte marcação cruzeirense, e só conseguiu o empate no fim.

Com o resultado, o Corinthians foi a 55 pontos e viu a vantagem para o Santos, vice-lider, ficar em oito. A Raposa, por sua vez, manteve-se na zona de classificação para a Libertadores, campeonato para o qual, aliás, o time já está classificado, por ter vencido a Copa do Brasil.


Grêmio 1×0 Fluminense
Na volta do goleiro Diego Cavalieri ao Fluminense após quatro meses, o goleiro deve papel determinante para segurar o empate contra o Grêmio, até os 40 do segundo tempo, quando Beto do Silva saiu do banco de reservas e desviou bola cruzada para dentro do gol, garantindo a vitória do Tricolor Gaúcho. Com essa, o Flu acumula quatro derrotas nos últimos cinco jogos. O Grêmio, por sua vez, voltou a vencer depois de três derrotas.


Palmeiras 0x1 Santos
As expectativas do Palmeiras de emplacar uma sequência de vitórias em busca do título do campeonato brasileiro foram frustradas neste fim de semana, quando a equipe recebeu o Santos, o qual venceu por 1 a 0, com gol de Ricardo Oliveira, de cabeça. Em um gramado encharcado, a equipe Alviverde deve pouca inspiração e não conseguiu chegar ao gol santista, que aproveitou uma das poucas oportunidades que teve para levar os três pontos e se manter na segunda colocação, vivo na briga pelo título.


São Paulo 1×0 Sport
Com uma vitória no sufoco, garantida na primeira etapa, o São Paulo finalmente deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão. O gol foi de Marcos Guilherme, após bola rebatida errada pela defesa do Sport. No final, o goleiro Sidão ainda teve que trabalhar para garantir os três pontos. Foram duas defesas do goleiro Sidão, de cabeçadas à queima-roupa do ataque adversário. O arqueiro comemorou muito e foi abraçado pelos companheiros ao final da partida.


SÉRIE B

Liderança consolidada

O Internacional venceu mais uma e abriu vantagem para o segundo colocado na divisão de acesso ao campeonato brasileiro. Neste sábado, a equipe venceu o Santa Cruz por 2 a 0, com dois gols do argentino D’alessandro.

A equipe venceu dez dos últimos 11 jogos, e abriu seis pontos do segundo colocado, o América-MG. Os gols saíram um em cada tempo. No primeiro foi de pênalti e, no segundo, um golaço: ele cortou o zagueiro na pequena área e bateu no cantinho.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio