Equipe de vôlei de Nova Trento recebe japonês ex-comandante da seleção brasileira

Ele veio à cidade neotrentina para conhecer o time local e por três dias acompanhou o trabalho de base

Equipe de vôlei de Nova Trento recebe japonês ex-comandante da seleção brasileira

Ele veio à cidade neotrentina para conhecer o time local e por três dias acompanhou o trabalho de base

A equipe de voleibol de base Nova Trento/TIM recebeu na última semana uma visita ilustre de Imai Nobuhiro. O japonês de 71 anos tem diversos serviços prestados ao voleibol do país asiático. Na década de 1970 chegou a dirigir a seleção brasileira da modalidade.

Ele veio à cidade neotrentina para conhecer o time local. Durante três dias, de quarta a sexta-feira, Nobuhiro acompanhou todo o trabalho de base desenvolvido pela equipe de Nova Trento, umas das referências no país com formação de atletas de ponta como Rosamaria Montibeller, hoje no Pinheiros; Eduarda Kraisch, Rio do Sul; e Amabilie Koester, Sesi. A brusquense Karoline Tormena, atualmente no Minas Tênis Clube, é outra com passagem pelas categorias de base do clube.

Durante a estadia na cidade, Nobuhiro conheceu a estrutura da equipe, a forma de trabalho empregado com as atletas e apresentou parte do seu conhecimento de cerca de cinco décadas dedicadas ao voleibol. Segundo a coordenadora e idealizadora do projeto Nova Trento/Tim, Vandeca Tomasoni, o japonês radicado no Brasil se mostrou surpreendido com toda a estrutura fornecida às atletas. “Acredito que ele não imagina encontrar toda essa condição já montada, com comissão técnica específica para formação e também com um treinador que faz um trabalho específico de rendimento”, comenta.

A visita de Nobuhiro, segundo Vandeca, propicia para a divulgação do projeto e também serve como uma forma de intercâmbio. Ela destaca que a principal intenção é promover a ideia de formação empregada há 15 anos no clube de Nova Trento. “Esse é nosso objetivo. Hoje, buscamos meninas grandes que não sabem nada de voleibol, mas que possuem o biótipo ideal. Acredito que poucas equipes tem essa visão porque é um trabalho de longo prazo e muitas não querem esperar para isso, pois preferem pegar atletas prontas”, observa.

Atualmente, cerca de 80 jogadoras participam do projeto de base de Nova Trento. A equipe, segundo Vandeca, já formou ou contribuiu diretamente com pelo menos 15 atletas que hoje despontam no voleibol nacional. “Não objetivamos este resultado, mas a formação é um trabalho importante que ocorre como consequência com essas meninas. Uma forma de contribuir também para que elas tenham continuidade no esporte”, diz.

A equipe de Nova Trento é treinada por Marcelo Garim, atualmente o técnico também trabalha com a seleção catarinense que se prepara na cidade para a disputa do brasileiro.
Carlos Schwanke

Além da visita de Imai Nobuhiro, o time neotrentino recebeu na última semana a presença do ex-atleta de voleibol Carlos Schwanke. O brusquense realizou um treinamento de bloqueio com a equipe. O renomado jogador, vencedor de duas ligas nacionais pela seleção brasileira, elogiou o trabalho feito na cidade vizinha voltado para a formação de atletas. Segundo Vandeca, a presença de Schwanke é um estímulo para as jovens jogadoras e uma parte importante de aperfeiçoamento das atividades técnicas desenvolvidas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio