Grupo de voluntários ajuda famílias carentes de Brusque

Mãos do Bem, criado em julho, leva donativos às famílias, além de carinho e afeto

Grupo de voluntários ajuda famílias carentes de Brusque

Mãos do Bem, criado em julho, leva donativos às famílias, além de carinho e afeto

Fazer o bem desprovido de qualquer tipo de vaidade. Este é o principal objetivo do grupo de voluntários Mãos do Bem, recentemente criado em Brusque.

Em julho, cinco amigos que se conheceram por meio de um outro projeto social realizado no município, decidiram unir forças para trabalhar em prol dos mais necessitados e atender aquilo que é prioritário para eles.

Em pouco menos de dois meses, são quase 50 voluntários que doam seu tempo para levar mantimentos, como roupas, produtos de higiene e limpeza, brinquedos e principalmente alimentos a famílias que vivem em locais distantes do Centro da cidade. Neste primeiro momento os bairros Limeira e Poço Fundo foram os mais assistidos – ao todo cerca de 100 pessoas já foram ajudadas.

Além de alimentos e roupas, crianças e adolescentes são contemplados com brinquedos /  Divulgação

O representante comercial do Rio Branco, Pablo Alexandre Costa, 36 anos, foi um dos idealizadores do Mãos do Bem e é um atuante voluntário. Ele conta que o grupo acredita que há muitas maneiras de ajudar, e conforme a necessidade das pessoas, se adaptam para oferecerem o que possuem de melhor.

“A ideia é fazer o bem, totalmente desprovido de vaidade, de ego, deixamos isso totalmente de lado. O que queremos é auxiliar essas pessoas e amenizar um pouco do seu sofrimento. Não imaginávamos como a realidade do município é dura”.

Como o trabalho é recente, o grupo está realizando parceria com líderes comunitários para identificar os locais mais necessitados e assim, poder atuar. “Sair de porta em porta se torna muito evasivo, então, por meio destes líderes, de catequistas, de pessoas que trabalham nas escolas, nos aproximamos destas comunidades para ajudá-las”, afirma Costa.

“A ideia é fazer o bem, totalmente desprovido de vaidade, de ego, deixamos isso totalmente de lado”

Macarronada solidária
O voluntariado do Mãos do Bem ainda engatinha, mas o grupo já pensa em realizar aulas de artesanato, culinária, entre outras ações para as crianças, adolescentes e suas famílias. “Não queremos apenas dar o peixe, mas ensiná-los a pescar”.

Para que possam comprar materiais e iniciar o mais breve possível esse projeto, o grupo realizará no dia 30 de setembro uma macarronada solidária. O evento acontece às 19h30, no sítio Pequeno Paraíso Vô Jair, na rua LI-024, no Limeira Alta. O valor do jantar é de R$ 20.

Como ajudar
Hoje não há uma data específica para os voluntários entregarem os donativos. No entanto, há equipes que fazem triagem das roupas e alimentos em determinados dias e outros que vão entregar os materiais. No entanto, qualquer cidadão que quiser unir-se a essas mãos que fazem o bem, podem entrar em contato pelo telefone 996-227-208 ou pela página do grupo: www.facebook.com/maosdobembrusquesc.

Costa diz que na página é possível que o público acompanhe todo o trabalho feito pelos voluntários. Segundo ele, é uma maneira também de prestação de contas aos que colaboram com o projeto.

“Com o tempo percebemos que não somos nós que estamos ajudando e sim nós que estamos sendo ajudados por essas pessoas. Ver o sorriso de uma criança com um brinquedo é algo que não se explica”, afirma o voluntário.

Ajude e saiba mais
Entre em contato pelo telefone 996-227-208 ou pela página do grupo: www.facebook.com/maosdobembrusquesc.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio