Guabiruba tem 50 crianças em fila de espera por uma vaga em creche

Município busca abertura de novas vagas, mas secretária considera impossível zerar a demanda

Guabiruba tem 50 crianças em fila de espera por uma vaga em creche

Município busca abertura de novas vagas, mas secretária considera impossível zerar a demanda

A Secretaria de Educação de Guabiruba informou a existência, atualmente, de 49 crianças na fila de espera por vagas nas creches municipais. O número, contudo, varia a todo momento, com a chegada de novos pedidos à pasta, ou com a saída de alunos das unidades de ensino.

A titular da Educação no município, Edna Maria da Silva Jasper, explica que a prefeitura começou o ano letivo com 145 novas vagas, em relação à quantidade disponibilizada em 2014, mas, ainda assim, existe uma fila de espera que gira em torno de 50 crianças.

Atualmente, são atendidas, na Educação Infantil de Guabiruba, 575 crianças, somando as do maternal e as da pré-escola. Contudo, para os bebês não há fila de espera, mas sim para os maiores.
Segundo a secretária, a demanda aumenta mais do que a oferta, e é praticamente impossível, no curto prazo, zerar a fila de espera. “Guabiruba tem novos moradores chegando o tempo todo, o que aumenta bastante a demanda”, diz.

Ela afirma que a projeção da quantidade de vagas necessárias é feita com base em dados da Secretaria de Saúde e, atualmente, com base no número de gestantes fazendo pré-natal, a demanda irá aumentar nos próximos anos.
“Guabiruba Sul teve moradores novos chegando, e aumentou a demanda bastante. Na rua São Pedro também, assim como o Lageado Baixo. Basicamente, são nestes três bairros em que temos uma demanda mais alta da procura por vagas”, afirma Edna. “Vaga em creche é um problema sério em todos os municípios”.

Ela explica que a fila de espera, no município, é por ordem de chegada, e que não há exceções para que alguém passe na frente.

Ampliação de vagas

A secretaria aguarda a conclusão de reformas em duas unidades de ensino para aumentar a oferta de vagas. Na creche do bairro São Pedro estão sendo construídas mais cinco salas de aula, as quais vão abrir mais 50 vagas. Contudo, a projeção para o começo de abril, quando a reforma será entregue, é de que ainda haverá déficit, pelo aumento constante da demanda.

Na escola municipal Anna Otlhília Schlindwein, cuja inauguração ocorre amanhã, também serão ofertadas vagas de pré-escola (ainda não foram definidas quantas). A escola foi a que mais teve matrículas, em 2014, e por isso foi necessária a ampliação.

fila de espera

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio