Hospital Azambuja utiliza sistema de localização inédito na região

Sistema de ramais telefônicos evita a poluição sonora dentro da unidade

Hospital Azambuja utiliza sistema de localização inédito na região

Sistema de ramais telefônicos evita a poluição sonora dentro da unidade

A movimentação em uma unidade hospitalar é rotineira e necessita de chamadas constantes em microfones para localizar os profissionais de cada setor, o que para quem está em recuperação, torna-se um incômodo. No Hospital Azambuja, em Brusque, os pacientes estão livres de ruídos e da poluição sonora desde o fim do ano passado, quando foi instalado um novo sistema de localização utilizando a tecnologia Cordless.

Segundo o coordenador de TI do Azambuja, Adriano Carbonera, foram criados 19 ramais extras (com telefones sem fio), que pertencem basicamente aos chefes de setor e médicos, pois são os mais procurados. Para que tudo funcionasse, foi adquirida uma placa específica e antenas foram espalhadas em todo o hospital e ao redor dele, evitando assim interferência e falta de sinal. “Nenhum hospital da região possui este sistema. A maioria se comunica através de mensagens ou Bip, por isso nós optamos por algo mais moderno, assim a pessoa liga e já resolve, sem demora”, explica o coordenador.

Para a aquisição de todo o sistema, os investimentos do hospital foram de R$ 25 mil. Atualmente, apenas os avisos mais urgentes são anunciados nos autofalantes do hospital. “O sistema facilitou o nosso trabalho e trouxe um benefício sem tamanho para o paciente, que agora pode descansar e se recuperar sem ter barulho a todo o instante”, disse a Irmã Neuza Claudete dos Santos, gerente de enfermagem do Hospital Azambuja.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio