Hospital Dom Joaquim pode ter pronto-socorro 24 horas

Indefinições e falta de recursos, no entanto, devem adiar implantação para o próximo ano

Hospital Dom Joaquim pode ter pronto-socorro 24 horas

Indefinições e falta de recursos, no entanto, devem adiar implantação para o próximo ano

Desde a metade deste ano, a Prefeitura de Brusque e o Hospital Dom Joaquim estudam a possibilidade de instalação de um pronto-socorro 24 horas nas dependências da casa de saúde. Porém, a falta de recursos tanto da administração municipal quanto do hospital devem adiar a implantação para o próximo ano.

No início de agosto, as partes se reuniram para avaliar a situação e abordar as necessidades do hospital. O pronto-socorro seria instalado na estrutura física já existente. Seriam necessárias apenas, segundo o diretor administrativo do hospital, José Mauro Junglaus, algumas adequações.

O grande problema relacionado à falta de recursos seria o investimento na contratação e no pagamento da equipe de atendimento somados à compra mensal de medicamentos e materiais.

Também em agosto, o Dom Joaquim enviou uma proposta à Secretaria de Saúde, no entanto, ainda aguarda retorno. A prefeitura, que se manifestou por meio da Secretaria de Comunicação, diz que o atraso no repasse dos recursos do governo estadual à saúde impossibilita o município de investir neste momento. Ainda segundo a secretaria, a proposta apresentada pelo Dom Joaquim está em estudo “para ver no que o município pode auxiliar”.

Sozinho, o hospital não conseguiria arcar com os custos do pronto-socorro, de acordo com o diretor administrativo. Junglaus afirma também que acredita que é praticamente inviável a implantação neste ano.

A iniciativa

A mudança no secretariado da Saúde do município (Ana Ludvig por Ivonir Zanatta Webster, a Crespa) abriu a possibilidade da instalação do pronto-socorro 24 horas no Hospital Dom Joaquim.

A proposta ganhou força durante a decisão da prefeitura em substituir a instalação da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA) por uma nova Unidade Básica de Saúde no prédio que está em construção no bairro Santa Terezinha.

De acordo com o diretor administrativo do Dom Joaquim, a iniciativa para a instalação do pronto-socorro na casa de saúde partiu da Secretaria de Saúde, que entrou em contato com os administradores do Dom Joaquim que, por sua vez, enviaram uma contraproposta – ainda estudada pelo órgão.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio