Imóveis comprados na planta podem valorizar 30% até a entrega

Brusque está com 154 edificações com mais de três pavimentações sendo construídas no momento

Imóveis comprados na planta podem valorizar 30% até a entrega

Brusque está com 154 edificações com mais de três pavimentações sendo construídas no momento

Atualmente, um dos investimentos mais seguros no mercado financeiro é a compra de imóveis. Conforme dados do Instituto Brusquense de Planejamento (Ibplan), Brusque está com 154 edificações com mais de três pavimentações sendo construídas no momento. A compra por apartamentos na planta tem aumentado entre os interessados em adquirir um imóvel.

A construtora Moratta Empreendimentos Imobiliários está construindo três edifícios, um será entregue em junho de 2014, outro em outubro de 2015 e o terceiro na metade de 2017. De acordo com a supervisora de vendas da Moratta, Elisa Zen, a procura por apartamentos na planta tem crescido. “Demoramos, em média, de três a quatro anos para concluir a obra de um edifício. Quando realizamos o pré-lançamento, a procura é intensa. Vendemos até a conclusão mais da metade dos apartamento. Sobram apenas algumas unidades depois de concluído”, enfatiza Elisa. 

O superintende regional da Caixa Econômica, Renato Scalabrin, explica que a compra de apartamentos na planta é a modalidade mais procurada e recomendada para a aquisição de um imóvel. “Hoje, a Caixa realiza 75% dos financiamentos de habitação, somos líder no país. Por isso, posso afirmar que a modalidade mais procurada e recomendada é a compra de apartamentos na planta”. Scalabrin afirma que esta compra é mais recomendada primeiro porque a construtora terá que apresentar um projeto, o qual será avaliado pelo banco para verificar a viabilidade da proposta e se a construtora tem capacidade para executar a obra.

A vantagem para a construtora é que a obra terá o financiamento garantido. Para o comprador, a garantia é de negociação sem atropelos, porque a Caixa irá acompanhar a execução da obra e o preço do imóvel na planta é mais baixo. “Além das pessoas comprarem o imóvel por um preço mais baixo, durante a execução da obra, o imóvel poder ser valorizado em até 30%”, informa Scalabrin.

Outra vantagem de comprar o imóvel na planta é a possibilidade a alterações na obra. “Para os clientes que não comprarem o imóvel pelo Minha Casa Minha Vida, podem realizar algumas mudanças. Temos apartamentos em que foram colocados gesso no teto, outros que colocaram azulejo na cozinha. Alterações conforme o gosto do cliente”, conta Elisa. Para a supervisora de vendas, os primeiros apartamentos vendidos são os com dois dormitórios. “Os primeiros que foram vendidos no prédio que iremos entregar ano que vem, foram os com dois dormitórios”. 
>> Confira a reportagem completa na edição do Jornal Município Dia a Dia de quinta-feira, 28 de novembro
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio