Ingressos para Brusque e Corinthians são vendidos em três horas

Diretoria do clube comentou a venda de tíquetes em coletiva de imprensa

Ingressos para Brusque e Corinthians são vendidos em três horas

Diretoria do clube comentou a venda de tíquetes em coletiva de imprensa

O Brusque FC convocou uma coletiva de imprensa logo após as vendas de ingressos para o duelo histórico diante do Corinthians, na tarde desta quinta-feira, 23. O presidente Danilo Rezini, ao lado de outros diretores do clube, conversou com representantes dos veículos de comunicação depois da venda de bilhetes na loja de departamentos Havan.

Foram disponibilizados 3,6 mil ingressos para venda em Brusque. Os bilhetes foram comercializados em cerca de três horas. “Um sucesso total”, segundo o coordenador da operação, Jonathan Damasceno. Outros 400 bilhetes foram mandados para a torcida do Corinthians em São Paulo. Segundo Rezini, toda carga destinada ao time paulista foi solicitada pela diretoria alvinegra.

“Sentimos pelos torcedores corintianos que moram aqui, mas esse foi um pedido feito diretamente pela diretoria do Corinthians”, disse o presidente, mostrando um ofício assinado pelo presidente do Timão, Roberto de Andrade. “Lutamos até o fim para vendermos esses ingressos aqui, mas não teve jeito. Foi uma decisão que veio de São Paulo”, diz Rezini.

A diretoria do Brusque alertou, inclusive, que alguns corintianos compraram ingressos para assistirem a partida no setor destinado a torcida do Bruscão. Estes poderão acompanhar o jogo, mas em hipótese algum poderão adentrar ao estádio com a camisa do Corinthians ou de outro clube.

Danilo Rezini, lamentou, sobretudo, por não conseguir disponibilizar mais espaço à torcida do Brusque. “Fomos pegos de surpresa de última hora com o veto a arquibancada metálica, infelizmente serão 1 mil ingressos a menos, financeiramente R$ 100 mil a menos de receita, mas temos que pensar sobretudo na segurança do torcedor. Mantemos o jogo em Brusque para fazermos uma grande festa, um evento histórico e, por isso, temos que ter cautela para promover um evento desta magnitude”, diz.

O presidente reforçou o fato de o estádio não comportar mais torcedores, “pois infelizmente muitos ficaram sem ingressos”, e comentou que espera um ambiente pacífico entre os torcedores no estádio. Rezini informou ainda que o clube está adotando medidas para que os ingressos não sejam falsificados. “Além dos ingressos, cada torcedor deverá ter uma fita entregue na aquisição do ingresso”, explica.

O time também deve ser rigoroso no caso de aquisições de bilhetes de meia-entrada. Outra situação alertada por Danilo Rezini se refere a ingressos antigos, denominados de “convite especial” que não valem para essa partida. “Para este jogo, estamos trabalhando apenas com os ingressos e as pulseiras que devem ser apresentados juntos para acesso ao estádio”, finaliza.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio