Lesões ocasionais e incomuns no futebol têm atrapalhado a vida do Bruscão

Fratura no nariz, clavícula e até dente quebrado são algumas das contusões em atletas do clube

Lesões ocasionais e incomuns no futebol têm atrapalhado a vida do Bruscão

Fratura no nariz, clavícula e até dente quebrado são algumas das contusões em atletas do clube

No futebol quando se
fala que a bruxa está solta significa que as coisas não andam nada
bem. Nos bastidores do Bruscão, desde o início da temporada, esse
termo pode ser usado no clube em função de pelo menos quatro
situações.

Ou melhor, no caso de quatro jogadores em
especial: os atacantes Leandrão e Jonathan, o volante Luan e o
lateral Cleberson .

É comum, no entanto, para atletas de
rendimento, terem lesões, fadigas musculares. Mas o que chama a atenção na atual temporada são os tipos, algumas até curiosas, e
a gravidade das contusões que demandam tempo de recuperação de
médio prazo.

– São lesões ocasionais. Articulações do
joelho e tornozelo que são as mais acometidas no futebol. Fraturar
um nariz (e um dente quebrado, caso de Cleberson), acidente
ocasional. Clavícula (caso de Jonathan, a última que tratei foi do
Valdo (ex-atacante do Brusque, hoje no Criciúma), uns três anos
atrás. São consequências do esporte de contato – disse o médico
do clube André Karnikowski.

** Veja a matéria na íntegra
com quais lesões ‘estranhas’ e o tempo de recuperação de cada
jogador na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia desta
quarta-feira, 7 de março.  

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio