Luciano Hang estrelará campanha para afastar boatos sobre origem da Havan

Fundador chamou a imprensa para explicar sobre a campanha

  • Por Redação
  • 8:41
  • Atualizado às 13:58

Luciano Hang estrelará campanha para afastar boatos sobre origem da Havan

Fundador chamou a imprensa para explicar sobre a campanha

  • Por Redação
  • 8:41
  • Atualizado às 13:58
  • +A-A

Após ouvir durante muito tempo boatos a respeito da origem e da propriedade da rede de lojas de departamentos Havan, o fundador e proprietário Luciano Hang, em conjunto com o marketing da empresa, decidiu esclarecer as dúvidas dos clientes. Por meio de um teaser de 30 segundos que será veiculado na televisão e nas redes sociais, ele estrelará a campanha “De quem é a Havan?”.

O vídeo, explicou Hang, visa desmentir os boatos que associam a Havan a coreanos, americanos, chineses e, mais recentemente, aos filhos dos ex-presidentes do país, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Para explicar sobre a campanha, ele chamou a imprensa em uma entrevista coletiva realizada ontem pela manhã na sede administrativa da Havan.

“Quando éramos o maior vendedor de tecidos do Brasil, na década de 90, falavam que a Havan era de coreanos. Depois, quando adotamos a estátua da liberdade e a fachada da Casa Branca, falavam que era americana. Também já chegaram a falar que era chinesa quando começamos a abastecer lojas de R$ 1,99”, contou.

O fundador lembrou que a Havan surgiu de uma sociedade entre ele e Vanderlei de Limas e que, atualmente, apenas Hang é o proprietário. Em relação a estrelar uma campanha comercial pela primeira vez em 30 anos de empresa, ele disse que é necessário para afastar, de vez, os boatos.

“Eu sempre levei comigo de que o que tinha que aparecer era a marca e a loja e não o dono. Eu nunca fiz questão de aparecer. Até porque o ser humano tem o sentimento de inveja”, disse. “Mas chegou a hora de explicar para as pessoas, porque o boato, de tanto que se espalha, acaba parecendo verdade”, completou.

A decisão de tomar alguma atitude frente aos boatos surgiu após Hang pegar um táxi em Londrina, no Paraná, e, durante o deslocamento, o taxista dizer para ele que não compraria na Havan porque a empresa é do “filho do Lula”.

“Nós estávamos com a camiseta da Havan, daí ele olhou e falou isso. Falou que a mulher dele comprava, mas que ele não compraria. No dia seguinte, procurei nosso marketing e falei que tínhamos que fazer alguma ação pra esclarecer. Porque a Havan é uma empresa enorme que tem 10 mil colaboradores que trabalham pra construir a marca”, afirmou.

O teaser de 30 segundos que Hang aparece começará a ser veiculado no dia 30 deste mês para todo o país nas maiores emissoras, como Globo, SBT e Record. O vídeo ficará no ar ao longo do mês de dezembro.

100ª loja

Além de falar sobre a campanha “De quem é a Havan?”, Hang também contou que a 100ª loja será inaugurada em Rio Branco, no Acre.
“O Acre é um estado maravilhoso. E Rio Branco é fantástica também. Amei quando fui até lá. E o povo é muito receptivo também. Compramos o terreno em 2014”, explicou.


A Havan

Fundada por Luciano Hang e Vanderlei de Limas, a Havan existe há 30 anos. O nome da loja de departamentos é a junção das sílabas de ambos os fundadores. Atualmente, apenas Hang é o proprietário – Limas permaneceu na sociedade até 1991. Hoje, há 94 megalojas espalhadas por 14 estados brasileiros, mais de um milhão de metros quadrados construídos e 10 mil colaboradores. Além disso, em todas as lojas, a Havan recebe 100 milhões de clientes por ano.


 

Primeiro teaser

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Antes de veicular o teaser com Hang como protagonista, a Havan veiculou nos últimos dias um outro vídeo no qual os clientes opinam sobre a origem da empresa. Enquanto alguns deles falam que é de propriedade de estrangeiros outros falam que é de personalidades brasileiras, inclusive de Silvio Santos. O teaser pode ser conferido na página da Havan no Facebook.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio