Somente 68% dos contribuintes da região fizeram a declaração do Imposto de Renda

A dois dias do fim do prazo, mais de um terço das declarações ainda não foram entregues em Brusque e região

Somente 68% dos contribuintes da região fizeram a declaração do Imposto de Renda

A dois dias do fim do prazo, mais de um terço das declarações ainda não foram entregues em Brusque e região

A dois dias do fim do prazo para entrega da declaração de renda de 2016, somente 68% dos contribuintes de Brusque, Guabiruba e Botuverá entregaram sua prestação de contas ao Fisco. Os dados divulgados pela agência local da Receita Federal estão atualizados até a meia noite do dia 24.

Até o momento, foram entregues 17.260 declarações pelos contribuintes dessas três cidades. São esperadas, até o fim do prazo, 25.431 declarações, ou seja, ainda faltam cerca de 8 mil. Os contribuintes de Guabiruba são os mais adiantados: 74% já declararam; os de Botuverá, por sua vez, são os mais atrasados: só 61% fez a declaração. Em Brusque, foram 68% até o momento.

No entanto, a chefe da agência da Receita Federal em Brusque, Rosemari Glatz, afirma que é costumeiro que essas declarações que faltam sejam todas entregues até o fim do prazo.

Além disso, o percentual de declarações aqui da região está acima da média estadual. Conforme dados da receita, apenas 63% dos contribuintes do estado já entregaram suas declarações.

Para este ano, é projetado um acréscimo de 2,1% na quantidade de declarações. No entanto, há expectativa de que isso seja ultrapassado na região porque, no ano passado, quando se projetava alta de 2%, foi registrada elevação de 7% no número de declarações em Brusque, Guabiruba e Botuverá.

Segundo Rosemari, a elevação no número de declarações está relacionada a dois fatores: o crescimento vegetativo da renda do trabalhador da região e à entrada de novas pessoas no mercado de trabalho.

“Apesar do momento difícil, cresce porque a tabela foi corrigida em 5,5%, e a maioria dos trabalhadores recebeu aumento salarial superior ao aumento de tabela. Isso já faz que haja um crescimento natural”, afirma a chefe da agência.

“Nossos indicadores econômicos estão na contramão do país, se observar os indicadores a nível de emprego e renda, vai ver que estamos bem, aqui vai ter mais pessoas que são obrigadas a declarar do que a média do país”.

Até o momento, segundo Rosemari, não houve registro de travamentos ou problemas nos sistemas da Receita registrados em Brusque, Guabiruba e Botuverá.

Ela diz que as inovações tecnológicas têm permitido que todos façam a declaração sem sustos, dentro do prazo. “Ao longo dos últimos anos não temos mudanças grandes no que se refere à declaração. Por exemplo faz mais de 20 anos que não se prorroga o prazo de entrega. Lá atrás isso era bem comum”.

Sanções e multa

O prazo para entrega da declaração vai até às 29h59min59s do dia 29. Estão obrigadas a declarar as pessoas que ganharam, no ano passado, R$ 28.123,91.

Também há outras categorias específicas para quem recebeu outros rendimentos acima de R$ 40 mil em 2015, assim como quem obteve ganho de capital na venda de bens ou fez operações no mercado de ações. Está incluso, ainda, quem tem patrimônio acima de R$ 300 mil e proprietários rurais que tiveram receita bruta acima de R$ 140.619,55.

A Receita Federal alerta que, no caso de não entrega da declaração do imposto de renda de 2016 dentro do prazo estipulado, o contribuinte deverá pagar multa, cujo valor mínimo é de R$ 165,74. A multa, porém, pode chegar a 1% do imposto devido por mês de atraso.

A chefe da agência de Brusque lembra que, para aqueles que optarem por fazer a declaração completa do imposto de renda, é possível destinar recursos para doação ao Fundo da Infância e Adolescência. Ela ressalta que, nesse caso, os recursos serão aplicados no município.

20160426-4

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio