Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Militares ampliam participação na política nas Eleições 2018

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Militares ampliam participação na política nas Eleições 2018

Raul Sartori

Candidatos militares
Incentivados pela reprovação a políticos de carreira, militares ampliaram a participação na disputa por cargos do Poder Executivo nas eleições 2018. Conforme o jornal “O Estado de S. Paulo”, o número de candidatos originários das Forças Armadas, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros quase dobrou em relação ao pleito de 2014. Agora são 25 nomes, da ativa ou da reserva, que vão concorrer a presidente, vice-presidente, governador ou vice-governador, ante 13 nomes na eleição passada. De SC está o coronel Carlos Moises Silva, candidato a governador pelo PSL.

Veja também:
Prefeitura de Brusque e Múltiplos rescindem contratos amigavelmente

Como será feita a obra de drenagem na rua Augusto Klapoth, no Águas Claras

Qual a variação do quilo do pão francês nas padarias de Brusque

Fazendo a história
O ministro catarinense do Superior Tribunal de Justiça, Jorge Mussi, dá sua importante contribuição para a história recente da política brasileira não só com sua posse, hoje, como novo corregedor-geral (fiscalizador maior das eleições de outubro) do Tribunal Superior Eleitoral. Ele integra o colegiado que julgará o pedido de registro da candidatura de Lula à Presidência da República. Por analogia, Mussi já antecipou sua decisão ao se manifestar contra pedido de liberdade do empreiteiro Marcelo Odebrecht. Disse que “os brasileiros não aguentam mais ser apunhalados pelas costas de maneira tão sórdida”.

Destinos
Já há analistas políticos preocupados com o futuro dos candidatos ao Senado por SC que vão sobrar, já que são duas vagas em disputa e 14 concorrentes, dentre eles três ex-senadores e um buscando a reeleição. Estão queimando neurônios em vão. Na prostituída política brasileira, Esperidião Amin, Paulo Bauer e Raimundo Colombo terão seu lugar ao sol, eleitos ou não, se a esquerda não chegar ao Palácio do Planalto. Se chegar lá, Ideli Salvatti (PT) será rainha.

Lavanderia
Apesar de o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ter recomendado, ainda no distante ano de 2006, aos tribunais estaduais a criação de varas especializadas em lavagem de dinheiro e organização criminosa, pouco foi feito desde então. Pesquisa da Transparência Internacional mostra que só existem no país sete varas, das quais uma no TJ-SC. Espantoso: dois dos maiores tribunais estaduais (de São Paulo e Rio de Janeiro), não possuem uma vara deste tipo.

Desrespeito
Não merece passar em vão o desrespeito do Corinthians, cujo treinador, Osmar Loss, escalou nove reservas na derrota para a Chapecoense, anteontem, em Chapecó, pela Série A. Boa parte dos torcedores se sentiu enganada. Loss quis preservar titulares para o jogo de amanhã, de novo em Chapecó e contra o mesmo adversário, na disputa por vaga na semifinal da Copa do Brasil.

Disparate
As explicações e argumentos podem ser os mais convincentes possíveis, mas não dá para silenciar: milhares de catarinenses tiveram aumentos salariais inferiores a 3% enquanto a energia elétrica, item mais que importante nos seus gastos, subirá, no mínimo, 13%, a partir do próximo dia 22 em SC. A nova base tarifária da Celesc foi autorizada ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Anell).

Cerveja certificada
Desenvolvida em Blumenau a partir de um dos mais tradicionais estilos da Alemanha, a Berliner Weisse, a Catharina Sour é a primeira receita tipicamente brasileira incluída no respeitado catálogo da Beer Judge Certification Program (BJPC), que publica um guia de estilos da bebida que serve de parâmetro para os produtores caseiros, artesanais e industriais. Com o reconhecimento da Catharina Sour, fabricantes de todo o mundo poderão inscrever seus produtos em concursos que julgam a qualidade da bebida. O estilo é levemente ácido e com acentuado sabor de frutas, que pode lembrar um espumante.

Veja também:
O Município convida eleitores para discutirem propostas dos candidatos à presidência

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Homem é assassinado no interior da rodoviária de Blumenau

Triste ranking
Tão decantada, Florianópolis não é aquele paraíso que muitos imaginam. Em ranking divulgado semana passada, foi a segunda dentre 27 capitais que tiveram a maior alta (90%) de mortes violentas no ano passado (37 para cada 100 mil habitantes).

Saúde subestimada
Pessoas acima de 65 anos e absolutamente saudáveis, se sentem humilhadas com a absurda obrigatoriedade de renovar sua carteira de habilitação a cada três anos, junto com o exame de aptidão física e mental. A boa notícia é que a Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou projeto que aumenta de 65 para 70 anos a idade a partir da qual a renovação se torna obrigatória.

Chiqueiro
Só podia ser um chiqueiro o ônibus interestadual na linha São Paulo-Balneário Camboriú usado por uma passageira que conseguiu, judicialmente, uma indenização de R$ 10 mil porque o asseio do veículo estava tão ruim que foi a causa de forte alergia e indigestão.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio