Conteúdo exclusivo para assinantes
Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

MP-SC recorre de decisão que trancou ação contra advogada de Brusque

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

MP-SC recorre de decisão que trancou ação contra advogada de Brusque

Página 3

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) recorreu da decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, a qual determinou o trancamento de uma investigação realizada pelo MP-SC de Brusque contra uma advogada que trabalha na Câmara de Vereadores.

Ela é acusada de ter divulgado um vídeo no qual se questiona o auxílio-moradia pago a promotores residentes na Comarca, e objeto de uma ação de busca e apreensão, quando teve seu computador e celular pessoal apreendidos na Câmara.

Na decisão em que determinou o trancamento da investigação, o TJ-SC entendeu o crime de calúnia, que supostamente foi cometido pela advogada, segundo sustenta o Ministério Público, não é passível de ser investigado com uma operação de busca e apreensão, conforme ocorreu, e portanto o procedimento foi declarado ilegal.

Contra essa decisão, o MP-SC apresentou um recurso especial, que começou a tramitar na semana passada.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio