No aniversário do Vovô, Seleção Brasileira Sub-20 confirma favoritismo e vence Carlos Renaux por 2 a 1 no Augusto Bauer

Depois de empate no primeiro tempo, Leonardo desequilibra e garante o triunfo do Brasil

No aniversário do Vovô, Seleção Brasileira Sub-20 confirma favoritismo e vence Carlos Renaux por 2 a 1 no Augusto Bauer

Depois de empate no primeiro tempo, Leonardo desequilibra e garante o triunfo do Brasil

A Seleção Brasileira Sub-20 confirmou o favoritismo e superou o Carlos Renaux no Augusto Bauer. No jogo festivo em comemoração ao aniversário de 100 anos do Vovô, deu Brasil. Wallace abriu o placar no primeiro tempo. Anderson fez a festa da torcida da casa deixando tudo igual pouco antes do intervalo, mas Leonardo garantiu o triunfo do time verde e amarelo no tempo complementar. O Carlos Renaux, comandado pelo técnico Fernando Gil, foi representado por um selecionado de atletas Sub-20 catarinense.

O jogo
O duelo entre Brasil e Carlos Renaux dividiu a torcida entre o apoio ao Vovô e a Seleção Nacional. Na dúvida, a ‘corneta virava’ para todo lado. A partida era festiva, mas a torcida que foi ao Augusto Bauer não queria saber de brincadeira na expectativa de ver um grande futebol. Não foram poucas as reclamações após jogadas mal trabalhadas.
As equipes realizavam um jogo disputado, mas com poucas jogadas de efeitos. A Seleção tentou imprimir um ritmo forte no começo da partida, mas parava na bem postada defesa catarinense. A exceção ocorreu aos 10 minutos, quando a zaga do Carlos Renaux saiu jogando errado, Jhon Cley invadiu a área e obrigou o goleiro Vitor, do Joinville, a fazer uma boa defesa.Cinco minutos depois, foi a vez da zaga brasileira bobear. Em bola cruzada na saída da grande área, Franco interceptou e bateu na rede pelo lado de fora.

O gol do Brasil saiu após uma cobrança de escanteio. Aos 22 minutos, Yuri Mamute dominou na linha direita da entrada da área, passou pela marcação do Renaux e encontrou Wallace entrando livre na entrada da pequena área para marcar: Brasil 1 a 0.
O jogo continuou truncado com o Carlos Renaux esperando achar uma brecha na zaga brasileira, que procurava explorar as bolas nas pontas com o gremista Yuri Mamute e o são-paulino Ademilson. O último saiu na cara de Vitor aos 34 minutos, mas chutou fraco, para boa defesa do goleiro. O outro recebeu em velocidade um minuto depois, ganhou na corrida da marcação, mas na hora da conclusão chutou mascado, perdendo ótima chance de ampliar o placar.
Nos 15 minutos finais da primeira etapa, o Carlos Renaux passou a sair mais para a partida e a assustar a Seleção Brasileira.  Em boa jogada pela esquerda, Franco cortou a marcação e chutou cruzado, no canto direito, mas o goleiro Leonardo, do Grêmio, foi buscar e salvou a Seleção. O time aumentou a intensidade nos cinco minutos finais e quase chegou ao empate com Jonathan, aos 41 minutos. O atleta carimbou a trave da seleção, tirando aplausos da torcida do Vovô.
O tento de igualdade saiu um minuto depois. Willian Melo invadiu a área em boa jogada pela direita. Parou, pensou e, no cruzamento, encontrou Anderson, livre para marcar, para festa dos torcedores no Augusto Bauer.
Reservas do Brasil garantem a vitória
As duas equipes voltaram para o segundo tempo com os times totalmente modificados. Na Seleção Catarinense saiu todo mundo. Na Brasileira ficaram em campo somente Matheus Biteco e Yuri Mamute.
No duelo dos reservas, a seleção canarinho levou a melhor.
Os jogadores que entraram quiseram mostrar serviço ao técnico Alexandre Gallo e com bastante movimentação, sobretudo pela ponta direita com Leonardo, infernizaram a zaga do Vovô. E foi com o atacante que saiu o gol da vitória da seleção. Aos 22 minutos, ele recebeu após contra-ataque, cortou o zagueiro do Carlos Renaux e bateu em diagonal para fazer um bonito gol.
Antes disso, o Brasil já havia desperdiçado várias oportunidades. Aos 12 minutos, o atacante palmeirense Vinicius Teixeira, convocado de última hora pelo técnico Alexandre Gallo, quase deixou o seu. Ele finalizou e o goleiro Jean só observou a bola tocar na trave. No rebote, Yuri Mamute chutou cara a cara com o arqueiro, mas desta vez o goleiro fez excelente defesa e mandou para escanteio.

Jean também já havia parado o atacante gremista pouco depois, embora a arbitragem da partida tenha marcado impedimento no lance. Mamute perdeu outra grande oportunidade ao cabecear com estilo rente à trave do Vovô, mas a bola caprichosamente foi para fora.

Mesmo após o gol, o Brasil continuou melhor e criando várias chances de gols. Liniker e Leonardo perderam boas oportunidades de fazer o terceiro. Aos 38, Matheus Biteco novamente carimbou a trave do Vovô em finalização de dentro da pequena área.
O selecionado nacional quase foi castigado no fim da partida. Em um dos últimos lances do jogo, em bate-rebate na área brasileira, ninguém tirou, o jogador do Renaux finalizou, a bola subiu e por muito pouco não encobriu o goleiro Marcos. A jogada foi muito lamentada pelos torcedores do Vovô, que segundos após o lance, aplaudiram de forma entusiasmada os jogadores que protagonizaram a histórica partida.

FICHA TÉCNICA
Amistoso – Jogo do centenário
Seleção Brasileira 2×1 Carlos Renaux (Seleção Catarinense)
Data: 14/9/2013 – Hora: 15h
Estádio: Augusto Bauer, em Brusque
Arbitragem: Célio Amorim, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Helton Nunes

Seleção Brasileira: Leonardo (Marcos); Igor Julião (Lucas Farias), Wallace (Jubal), Gustavo Vernes (Eduardo), Henrique (Euller); Matheus Biteco, Lucas Candido (Danilo), Jhon Cley (Liniker); Ademilson (Vinícius), Vinícius Araújo (Leonardo Mello) e Yuri Mamute. Técnico: Alexandre Gallo

Carlos Renaux (Seleção Catarinense): Vitor (Jean); William Cordeiro (André), Américo (Luiz Matheus), Allison (Fernando), Paulo (Gristian); Dener (Igor), Josenildo (Yago), Franco ( Vitor), Gustavo (Hyoran); Clayton (Jean) e Anderson (Vanderson). Técnico: Fernando Gil

Gols: Wallace (Sel. Bra), aos 19, Anderson (Sel. Cat), aos 42 minutos do 1º tempo. Leonardo Mello (Sel. Bra), aos 22 minutos do 2º tempo

Cartões Amarelos:
Matheus Biteco (Sel. Bra); Dener (Sel. Cat)

Cartão Vermelho:
Não houve
Acompanhe na edição impressa do MDD desta segunda-feira (16) a reportagem completa com as entrevistas, fotos e todos os bastidores da partida. Na mesma edição tem caderno histórico sobre o centenário do Vovô.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio