Novo técnico assume Carlos Renaux e clube aluga espaços em Nova Trento para treinos

Treinador que disputou o Catarinense Sub-20 com Brusque assume equipe; Taíco se torna auxiliar-técnico

Novo técnico assume Carlos Renaux e clube aluga espaços em Nova Trento para treinos

Treinador que disputou o Catarinense Sub-20 com Brusque assume equipe; Taíco se torna auxiliar-técnico

João Vítor Roberge‏

O Carlos Renaux será comandado por Felipe Romário Lima de Sousa, o Romarinho, na Série C do Campeonato Catarinense. O último trabalho do técnico foi no time Sub-20 do Brusque no estadual da categoria. Taíco, que seria o treinador, será auxiliar-técnico, em decisão tomada em comum acordo pelos profissionais e pela diretoria.

O presidente do Vovô, Renato Petruschky, o Tato, afirma que o interesse surgiu ao fim da campanha do Sub-20 do Brusque, eliminado nas quartas-de-final da competição para a Chapecoense.

“Quando acabou o campeonato Sub-20, o Romarinho iria embora. Vimos potencial nele e contratamos para ficar conosco até final de novembro. Ele e o Taíco foram revezando nos treinamentos, vimos que o Romarinho tem plenas condições de tocar o time profissional, e foi feita a decisão, até porque o Taíco tem outros compromissos, tem a sua empresa, e vai permanecer como auxiliar-técnico”, explica.

“Vamos lutar pelo acesso, esta ideia tem sido passada no dia a dia, o trabalho tem sido bom. Os jogadores que não são daqui viram no evento de apresentação da temporada que é uma responsabilidade, que é um clube de tradição, que tem torcedores. O Carlos Renaux tem o objetivo de voltar a estar em evidência no cenário estadual”, comenta Romarinho.

Na tarde desta quinta-feira, 5, a equipe venceu o Almirante Barroso, atual campeão da Série B do Catarinense, por 1 a 0, no estádio Camilo Mussi, em Itajaí. O meia-atacante Yuri marcou o gol da vitória. Cinco dias antes, empatou em 2 a 2 com o Fluminense de Joinville, no estádio da Abresc, em Brusque.

Se em julho Tato dizia que o Carlos Renaux deveria disputar a Série C estadual sem grandes pretensões, o discurso ficou mais otimista às vésperas da competição, com as mudanças recentes. “Nosso time parece muito bom, a expectativa é que o time desse ano seja melhor do ano passado. Se isto se confirmar em campo, nós devemos ir longe.”

Novas instalações

O Carlos Renaux realizaria seus treinos no Atlético Batistense, clube de São João Batista que cede jogadores das categorias de base para que Carlos Renaux e especialmente o Brusque tenham mais opções em campeonatos como o Catarinense Sub-20 e o Sub-17. No entanto, não seria a melhor solução, já que o clube batistense recentemente abrigou cerca de 50 crianças, e o espaço físico ficaria muito limitado para o Atlético e para o Carlos Renaux.

A diretoria entrou em parceria com o Humaitá, clube tradicional de Nova Trento que estava com sua sede social desativada há cerca de dois anos. O Carlos Renaux alugou um campo para realizar treinamentos em cinco períodos.

“Foi a melhor coisa que fizemos, estamos instalados em Nova Trento, na sede social do Humaitá, já está tudo regularizado, com alojamento. Alugamos também um campo sintético em Nova Trento, e uma academia. Estamos gastando dinheiro para preservar o gramado do Augusto Bauer para o Brusque jogar pelo menos até o final do ano”, explica Tato.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo