Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) desde 2018, o empresário Fabrício Zen tem o desafio de conduzir a entidade no ano em que completa 50 anos de fundação. Em entrevista, ele comenta sobre a essência da instituição e quais são os serviços ofertados aos associados.

Qual a importância do associativismo para a CDL e para Brusque?
Zen: O associativismo é a base dos 50 anos da CDL e será a base para os próximos 50 anos. Foi dentro do associativismo que conseguimos construir ações duradouras. Sem dúvida, o voluntariado das pessoas que passaram pela CDL e vêm construindo a entidade nesses 50 anos é baseado no associativismo, no respeito à classe como um todo. Isso é a base o fortalecimento da nossa entidade.

Veja também:
O Município atinge recorde de audiência e ultrapassa 2,1 milhões de acessos em maio

Prefeitura e Hospital Azambuja divergem sobre motivos de demora no pronto-socorro 

Diretor da Secretaria de Assistência Social de Brusque assume interinamente a pasta

O engajamento da diretoria e do voluntariado é o pilar dos 50 anos. O engajamento dos associados está ligado ao trabalho dos funcionários da CDL. O engajamento vem do trabalho de todos os funcionários, desde Área Azul, treinamentos e comercial.

Temos também os trabalhos ligados à comunidade. O que destacamos na mídia faz com que o associados percebam e deem valor à entidade. Esse engajamento vem por causa do elo do trabalho feito em prol da comunidade.

Quais são as bandeiras da CDL?
Zen: Temos os nossos trabalhos, como o Sábado Fácil e o Recicla CDL, que são trabalhos sociais. Mas temos uma bandeira que é rumo aos mil associados. Principalmente para ter visibilidade maior no que diz respeito à questão política, não partidária, mas para poder ser mais atuante e representativa. Para poder cobrar do nosso Legislativo e do Executivo melhorias para a nossa cidade. Sempre reforçando o associativismo neste contexto.

De que forma o espírito empreendedor do brusquense influenciou o modelo de comércio que temos hoje?
Zen: Em toda a história, desde os desbravadores, o brusquense sempre teve esse espírito empreendedor. Isso sempre influenciou quem vem morar aqui, e as pessoas que buscam morar aqui e abrir negócios vêm com esse espírito, isso está no ar que as pessoas respiram, até pelas grandes empresas que tem aqui que fomentam essa condição, principalmente no nosso varejo. Isso fomenta e traz o espírito de desbravar, abrir novos comércios e novos negócios. Isso faz com que busquem novas tecnologias e novas formas de empreender.

Vemos no e-commerce e nas redes sociais novas formas de eles se comunicarem com as pessoas, com o mercado. Vemos muitos novos varejos dando certo com essa nova visão, com essas plataformas que já existem no mercado, que permitem colocar o seu produto em rede mundial.

Qual é a importância das capacitações da CDL para o desenvolvimento comércio?
Zen: Dar condição de o associado de se manter atualizado e de se reciclar. A gente vê muito em empresas há mais tempo no mercado, principalmente pequenas, que é o perfil do nosso associado, essa necessidade de se reciclar devido a essa grande inclusão e abertura de novas empresas mais arrojadas, mais voltadas a essa forma de trabalhar com o consumidor com tecnologia.

A CDL Jovem ajuda a pensar o futuro da cidade. Qual é a importância dela para a entidade?
Zen: A CDL Jovem é uma bandeira que temos levantado há algum tempo. Vemos muitas empresas, microempreendedores e jovens, que deixam seu trabalho para abrir o seu negócio. É uma forma de transformar o crescimento da nossa cidade. Não são mais grandes empresas, mas sim um grande número de pequenas empresas que fazem a economia e o desenvolvimento da cidade.

Como a CDL trabalha para desenvolver o comércio nos bairros?
Zen: Com praticamente 135 mil habitantes, é normal a tendência de crescimento nos bairros. É um motivo para manter e até potencializar o CDL nos Bairros. Além disso, o nosso comercial tem feito um grande esforço para novos associados nos bairros, aí voltamos a falar a questão de mostrar ao associado em potencial os nossos treinamentos, para que ele possa se capacitar para atender ao novo consumidor.

O bairro ganha em desenvolvimento, não tenha dúvida. Vendo a CDL como parceiro, ganha o lojista, o associado e a comunidade no bairro. A nossa grande bandeira rumo a mil é trazer representatividade para esse associado de pequeno porte no bairro. Um grande exemplo é o nosso núcleo de food trucks.

Veja também:
Realeza da Festa da Integração 2020 é eleita, em Guabiruba

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Quem é a representante de Blumenau no concurso Miss & Mister Santa Catarina

Como podemos projetar o futuro da expansão comercial em Brusque?
Zen: É um grande desafio para a CDL e deveria ser pensado como um todo, não só pelas entidades, mas por todos como será a cidade daqui 20,30 40 anos. A CDL tem buscado através da sua área comercial prospecção de novos associados e novos serviços. A essência da CDL é prestar serviços com ferramentas que o capacitem para melhorar o seu serviço perante o consumidor. A CDL está antenada no que diz respeito à capacitação, buscando aprimoramento dele para a questão do comércio.

No âmbito municipal, o plano diretor é muito importante. Um exemplo que tem gerado polêmica é a Cristalina, tornar aquela região industrializada ou não. Temos discussões sobre o equilíbrio da nossa cidade. Será que Brusque será boa só para ganhar dinheiro ou morar também?

Deixe uma resposta