Observatório Social comemora cinco anos de fundação

Entidade prestou contas e celebrou aniversário na quarta-feira

Observatório Social comemora cinco anos de fundação

Entidade prestou contas e celebrou aniversário na quarta-feira

O Observatório Social de Brusque (OSBr) realizou uma reunião na manhã de quarta-feira, 4, para apresentar o relatório do quadrimestre e também comemorar os cinco anos da criação da entidade, completados em abril.

O evento contou com a presença de vários empresários e representantes da sociedade civil organizada. O presidente do OSBr, Pedro Hoffmann, disse que quando a entidade começou, em 2011, não havia quase nada além de uma sala vazia. “Mas hoje esta sala está cheia de ideias”, afirmou.

O diretor-executivo do Observatório, Evandro Gevaerd, ressaltou que no transcorrer destes cinco anos a entidade cultivou uma relação cordial com o Poder Público da região. Para ele, hoje, quando se fala em Observatório Social, as pessoas já respeitam.

Gevaerd relembrou alguns casos mais emblemáticos. “Teve uma licitação, na qual falamos que íamos fiscalizar e cobrar o cumprimento do que estava no edital, e um dos participantes saiu da sala”.

Tanto Gevaerd quanto Hoffmann prestaram homenagem a Nelson Zen Filho. Foi ele quem teve a ideia de criar um observatório social em Brusque, após ler um folheto enquanto estava em Balneário Camboriú. Na sua fala, Zen Filho ressaltou o empenho de todos, especialmente do diretor-executivo e do presidente, para que o OSBr desse certo.

Outras lideranças também prestaram homenagem. O presidente da Associação Empresarial de Brusque (Acibr), Halisson Habitzreuter, homenageou a dedicação dos voluntários e funcionários da entidade. “O Observatório Social vem para corrigir os problemas da sociedade”, afirmou.

O reitor da Unifebe, Günther Lother Pertschy, destacou a parceria que a instituição tem com o OSBr. Ele aproveitou e disponibilizou toda a estrutura de laboratórios para o Observatório no futuro.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio