Palestra sobre empoderamento da mulher foi realizada na sede da OAB de Brusque

O evento foi ministrado pela advogada Luciane Mortati Zechini

  • Por Redação
  • 10:33
  • Atualizado às 14:14

Palestra sobre empoderamento da mulher foi realizada na sede da OAB de Brusque

O evento foi ministrado pela advogada Luciane Mortati Zechini

  • Por Redação
  • 10:33
  • Atualizado às 14:14
  • +A-A

Na noite desta quarta-feira, 28, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Brusque, foi realizada a palestra “Os desafios da mulher advogada na sociedade contemporânea”. O evento foi ministrado pela presidente da Comissão Estadual da Mulher Advogada da OAB de Santa Catarina, Luciane Mortati Zechini.

“O desafio contemporâneo que mais enfrentamos ainda é a discriminação. Apesar de a mulher estar no mercado de trabalho e até ocupar postos elevados, ainda ganhamos 30% a menos do que os homens. Além disso, precisamos administrar a nossa dupla, tripla e até quádrupla jornada, porque somos mães, profissionais, esposas. E, em todas estas áreas, precisamos exercer o nosso melhor papel”, afirma Luciane.

Segundo ela, em Santa Catarina, as mulheres advogadas já somam 51,4% da categoria. O índice, no entanto, muito em breve vai aumentar, pois no último concurso da Ordem foram 1,2 mil aprovados no estado e, deste número, 70% eram mulheres. A expectativa é que, com este incremento de novos profissionais, a participação da mulher no exercício do Direito em Santa Catarina atinja 60% da categoria.

Hoje, a presidente da Comissão Estadual da Mulher Advogada da OAB de Santa Catarina Luciane visita várias comarcas com o propósito de difundir a importância da mulher lutar por seu espaço. “Temos que ser respeitadas. Vivemos em um Estado privilegiado, se comparado com algumas regiões do Norte e Nordeste. Mas não são raras as vezes que mulheres são vilipendiadas na sua atuação diária, seja na delegacia ou até mesmo por piadinhas e brincadeiras feitas pelos colegas”, ressalta a profissional.

Para Luciane, o empoderamento é a melhor ferramenta de resistência e de luta para a construção de um futuro mais igualitário para a mulher, seja no exercício do Direito ou na própria sociedade.

Engajamento
A coordenadora da Comissão da Mulher Advogada da OAB Subseção de Brusque, Jordana Cristina Staack Ristow, diz que o principal objetivo do evento era propor uma reflexão sobre os desafios que a mulher enfrenta no Judiciário, nas próprias relações com os clientes e na sociedade como um todo.

Hoje, a Comissão da Mulher Advogada da OAB Subseção de Brusque conta com 16 participantes e está sempre aberta para novos membros. Nos encontros, além da interação entre as profissionais, são discutidos assuntos relevantes que interferem na vida da mulher enquanto sociedade. Para participar do encontro basta ligar para a sede da OAB, através do telefone (47) 3355-7504 ou enviar um email para  oabsede@terra.com.br.

A Caixa de Assistência dos Advogados de Santa Catarina (CAASC), representada pela sua delegada, Karin Rodrigues, também foi parceria do evento.

Desafios reais
Antes da palestra, as advogadas presentes conversaram sobre alguns dos desafios que enfrentam todos os dias. Para a Eveline Souza Fortes, o preconceito se sobressai. “Quando o cliente chega ao escritório e vê o nome de duas advogadas, ele quer ser atendido pelo advogado. O machismo dos colegas também está presente. Algumas vezes, homens advogados querem impor autoridade por esta condição”, conta Eveline.

Para a Gabriela Aparecida Merízio, que há quatro anos atua na área, o início de carreira também é um desafio. “A idade parece relevante. Muitas vezes o cliente olha e pensa que sou estagiária. A experiência, com certeza, é importante. Mas não é tudo”, avalia.

Já a Daniela Hilda Wegner Wolf escolheu o Direito como segunda formação e, depois de muitos anos de dedicação exclusiva à pedagogia, hoje ela encara os desafios de ser advogada. “A minha principal dificuldade é de conciliar a vida pessoal com o escritório”, argumenta a profissional, que é casada e mãe do Pedro, de seis anos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio