Poço Fundo conquista as últimas medalhas douradas dos Jacobs na final do futebol suíço livre

Time derrotou Thomaz Coelho nos pênaltis e soltou o grito de campeão no Clube Esportivo Guarani

Poço Fundo conquista as últimas medalhas douradas dos Jacobs na final do futebol suíço livre

Time derrotou Thomaz Coelho nos pênaltis e soltou o grito de campeão no Clube Esportivo Guarani

A primeira modalidade a começar e a última a encerrar. Essa foi a história do futebol suíço livre, que fechou com chave de ouro as disputas dos Jogos Abertos Comunitários de Brusque (Jacobs) – Troféu Jornal Município 61 Anos. Quem conquistou as ultimas medalhas douradas da competição foi o Poço Fundo, que derrotou o Thomaz Coelho nos pênaltis e soltou o grito de campeão no Clube Esportivo Guarani.

Vitória parcial

O duelo final começou truncado, com as duas equipes com medo de arriscar. O gramado molhado do Clube Guarani também dificultou algumas jogadas, já que os atletas escorregavam ao tentar dominar. Com o tempo, no entanto, todos foram se adaptando.
Quem fez a primeira jogada de perigo foi o Poço Fundo. Djonathan cobrou escanteio na cabeça de Eder que mandou para fora, mas por pouco não balançou as redes. O Thomaz Coelho respondeu com Jean, que acertou chutaço de fora da área e quase surpreendeu o goleiro Murilo.
A rede balançou aos 17 minutos do primeiro tempo, no talento individual de Djonathan. O meia pegou pela esquerda, ganhou do marcador na corrida, invadiu a área e tocou por cobertura. A bola tocou caprichosamente no travessão, mas sobrou no pé de Paulo, que não desperdiçou. Minutos depois, o juiz encerrou o primeiro tempo.
Empate e penalidades
Apesar de começar o segundo tempo melhor, o Poço Fundo teve dificuldade em definir as jogadas. Com o gramado molhado, o jeito era arriscar de fora, mas só quem pensou nisso foi Genivaldo, do Thomaz Coelho, aos 8 minutos. O capitão da equipe emendou de muito longe, a bola fez uma bela curva e pegou no chão. Murilo demorou para se jogar e a bola morreu nas redes, para o delírio da equipe alvinegra.
Até o fim do segundo tempo, as equipes não conseguiram tirar o empate do placar, levando a partida aos pênaltis. Nas cobranças alternadas, nada resolvido: 2 a 2. Até que brilharam duas estrelas do Poço Fundo, Djonathan e Murilo. O goleirão foi no chão buscar a cobrança adversária, enquanto o meia teve tranquilidade para chutar rasteiro e marcar o gol que deu o título à equipe.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio