Prefeitos querem audiência com governador para tratar de segurança

Membros da assembleia não foram contrários à construção do complexo prisional

Prefeitos querem audiência com governador para tratar de segurança

Membros da assembleia não foram contrários à construção do complexo prisional

Reunidos em assembleia na manhã desta quinta-feira, dia 14, os prefeitos dos municípios do Médio Vale do Itajaí discutiram a segurança pública na região e a proposta de instalação de um presídio. Na ocasião, os prefeitos deliberaram pelo agendamento de uma audiência com o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, para conhecer a política de segurança pública que o Estado tem para a região.
 
Conforme o prefeito de Timbó e presidente da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), Láercio Schuster Junior, os prefeitos querem uma discussão mais ampla sobre a segurança pública na região, pois entendem que a questão não se resume à doação de terreno e construção de presídio. “Somos parceiros do Estado e sensíveis ao quadro atual, mas para isso, precisamos conhecer quais serão as iniciativas na região e qual a linha de trabalho a ser adotada”, analisa.
 
O presidente explica ainda que os prefeitos não serão contrários à construção do complexo prisional na região, mas precisam conhecer os estudos técnicos de viabilidade e impacto, como também ter a indicação do melhor local para a obra, para então dar os devidos encaminhamentos de forma conjunta. “Temos que pensar que uma unidade prisional demanda outros investimentos e reforços em segurança e o Estado deve estar preparado para isso”, conclui o prefeito Láercio.
 
Audiência
Nesta semana, a AMMVI vai encaminhar correspondência solicitando audiência com o governador Colombo e o Departamento de Administração Prisional (Deap) para que os prefeitos do Médio Vale possam ter detalhes do projeto do Estado e, assim, fazer os encaminhamentos que se fizerem necessários.



Fonte: Assessoria de Imprensa – AMMVI
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio