+

Prefeitura de Brusque e Sinseb começam a discutir reajuste salarial de servidores

Acordo deve ser finalizado até o mês de março

Prefeitura de Brusque e Sinseb começam a discutir reajuste salarial de servidores

Acordo deve ser finalizado até o mês de março

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brusque e Região (Sinseb) deu início às negociações referente ao reajuste salarial dos servidores de Brusque. Na reunião realizada entre todos os servidores públicos municipais na terça-feira, 23, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque (Sintimmmeb), ficou acordado que o reajuste pedido vai girar em torno de 6,7%.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brusque e Região (Sinseb), Tânia Pompermayer, parte do valor (3,7%) se trata de uma estimativa inicial sobre o acúmulo da inflação, visto que a portaria do reajuste do Piso Nacional do Magistério ainda não foi publicada. O restante (3%) é o valor que ficaria acima da inflação, visando ganho real nos salários.

Prazo curto

João Batista de Medeiros, assessor econômico sindical, informou à assembleia que, devido a ser um ano eleitoral, março é o prazo final para qualquer avanço na carreira ou ganho real nos salários.

“O município está abaixo do limite prudencial, encerrando a folha em 50,7%, o que permite ajustes na carreira”, disse João Medeiros.

A proposta para o auxílio alimentação é que seja reajustado ao mesmo valor dos servidores da Câmara Municipal. Os servidores decidiram que o Sinseb deve negociar um valor acima da inflação, visando ganho real nos salários.

Questionado sobre a perspectiva da prefeitura em relação à discussão, o secretário de Fazenda, José Henrique Nascimento, informou que o ofício do sindicato foi recebido e que as propostas estão sendo estudadas.

“Queremos chegar a um acordo o mais breve possível. Ultimamente, a prefeitura tem apresentado boas soluções para os servidores, como o lançamento do último concurso público. Logo devemos ter uma posição e esperamos um desfecho positivo”.

Antecipação na negociação

Neste ano, o sindicato antecipou as assembleias para iniciar o mais breve possível devido ao ano eleitoral e às dificuldades impostas pela legislação eleitoral.

“Geralmente, aguardamos a Educação retornar das férias, mas antecipamos justamente para que o prazo não se torne mais um argumento das administrações para inviabilizar as demandas dos servidores de Brusque, Guabiruba e Botuverá”, finalizou Tânia Pompermayer.

Ao final da assembleia, com a aprovação de todos os itens da pauta, foram escolhidos os membros da comissão de negociação, com servidores de carreira representando os principais setores do poder público municipal de Brusque.


Assista agora mesmo!

“Estrangeiro na própria Itália”: dialeto bergamasco de Botuverá é um dos mais distantes do italiano:


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo