Pronto-socorro do Hospital Azambuja deixará de atender a partir de junho

Administração do hospital e prefeito Paulo Eccel devem se reunir na próxima semana

Pronto-socorro do Hospital Azambuja deixará de atender a partir de junho

Administração do hospital e prefeito Paulo Eccel devem se reunir na próxima semana

O Hospital Azambuja – Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux – comunicou extrajudicialmente a Prefeitura de Brusque que seu pronto-socorro deixará de atender a população da cidade e da região a partir de junho. A falta de recursos seria o principal agravante da atual situação financeira do hospital, que atende uma população de mais de 200 mil habitantes de Brusque e cidades próximas. 

O hospital enviou em 4 de abril uma notificação extrajudicial ao Fundo Municipal de Saúde de Brusque informando que dentro de 60 dias, a partir da data da notificação, o pronto-socorro deixará de atender em caráter de urgência e emergência a população da cidade e da região. Junto à notificação, foi enviada a rescisão do contrato de prestação de serviço, de 2010, e seu aditivo, assinado em 2 de maio de 2012.

A reportagem do Jornal Município Dia a Dia tentou contato com o diretor administrativo do Hospital de Azambuja, Hilário Borchardt. Ele informou que o diretor da instituição, padre Nélio Roberto Schwanke, se pronunciará somente hoje sobre o caso. No fim da tarde de quarta-feira, 10 de abril, a Prefeitura de Brusque enviou nota oficial destacando que “uma relação centenária como esta não se rompe com o envio de uma notificação, sem esgotar as possibilidades de diálogo”. O prefeito Paulo Eccel convocou reunião com uma comissão de médicos e a diretoria do hospital para terça-feira, 16 de abril. Nela, o prefeito se propõe a “discutir a questão em busca de um entendimento comum”. 
Leia na íntegra a nota oficial da Prefeitura de Brusque:
Em relação à notificação extrajudicial encaminhada pelo Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux (Hospital Azambuja), considerando a possibilidade de rescisão contratual com o Fundo Municipal de Saúde, cabe informar que a Prefeitura de Brusque recebeu com serenidade o referido documento e considera que uma relação centenária como esta não se rompe com o envio de uma notificação, sem esgotar as possibilidades de diálogo. Atento a isto, o Prefeito Municipal realizará uma reunião, na próxima terça-feira, 16, com uma comissão de médicos e a diretoria do Hospital, para discutir a questão em busca de um entendimento comum.


> Confira a reportagem completa na edição do Jornal Município Dia a Dia de quinta-feira, 11 de abril.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio